DEI PRA SEIS NO CARNAVAL (VERÍDICO)



Click to Download this video!

Olá, meu nome é Jack. Tenho 20 anos, sou loirinha, cabelos lisos um pouco abaixo dos ombros, 1,66 m de altura, 94 de bunda arrebitada, 58 de quadril, seios médios, empinados e durinhos … sou estilo mulherão, recebo várias cantadas na rua.
Pois bem, o que vou contar aconteceu comigo no carnaval em Arraial do Cabo. Eu estava com o meu namorado, que por sinal é bem safado, e foi ele que me pervertiu sexualmente, nós transávamos intensamente só que nossas transas estavam ficando monotonas, então ele passou a me propor algumas novidades que no início eu resisti, mas depois fui me entregando…iniciei o sexo anal, oral engolindo a goza dele, fomos avançando e passamos a assistir a filmes pôrnos (geralmente com orgias, onde a mulher transava com mais de um homem) esses filmes passaram a fantasiar nossas imaginações … não
demorou muito e meu namorado me surpreendeu com um pênis de borracha (de16cm), daí em diante passamos a utilizá-lo em nossas transas e logo eu já estava fazendo dupla penetração. Era maravilhoso, aquilo deu uma levantada nas nossas transas e ficamos nessa durante meses e gradativamente nossa criatividade aumentava, até que num dia estávamos a sós na casa dele e ele pegou um salame que estava na geladeira (com o formato de um pênis, só que maior e mais grosso) e passou a adotá-lo também em nossas transas … ele metia o salame na minha buceta e o pênis de borracha no meu cu, enquanto eu chupava a rola dele….só que queriamos mais, portanto começamos a conversar sobre a possibilidade de chamarmos mais alguém para participar da nossa transa, mas não encontrávamos ninguém. Até que chegou o carnaval e fomos para Arraial do Cabo-RJ, atendendo a um convite de um recém conhecido meu (Denílson). Ficamos na casa do Denílson, junto com mais dois amigos dele: Wagner, Beto e Marcos e mais uma garota: Fernanda.
O Denílson era um morenão e o Marcos também, o Wagner e o Beto eram negões só que o Wagner era todo atlético com o corpo saradão. O Denílson a um tempo vinha me dando umas cantadas, mas eu resistia, embora também sentisse o maior tesão.
Então, no primeiro dia fizemos um churrasco regado a Skol e vinho, muito funk e paqueras, pois a casa encheu, ele convidou uns amigos e amigas dele … como o sol tava bem forte as mulheres ficaram com poucas roupas ou de bikini (pois, dava pra aproveitar a piscina e pegar um bronzeado) … eu comecei a beber e quando vi só tava com a parte de cima do bikini e uma saínha de crochê dançando funk num estilo bem erótico. O meu namorado via e ficava excitados ao ver todos aqueles homens, me comendo com os olhos . … até a festa foi acabando e meu namorado resolveu ir comprar mais cerveja … o Denílson não parava de me cantar, então eu o chamei no canto e disse que queria realizar aquela nossa fantasia com o Denílson, de início ele dificultou fez cara de ciúmes e…. combinou o seguinte disse que ia sair para compra a cerveja e iria demorar de propósito de forma que eu desse mole para o Denílson e transasse com ele, aí ele chegaria e entrava na sacanagem…Pois bem ele saiu pra compra as cervejas e eu comecei a dançar com o Denílson, não levou 3 minutos ele me levou para dentro da casa e na sala mesmo foi logo me tascando um beijo e passando a mão na minha bunda e xereca (que já tava toda molhada). O Denílson tinha combinado com o amigo, dele que foi com meu namorado comprar cerveja, pra demorarem e quando tivessem chegando era pra avisar. Então começamos a se acariciar, ele foi tirando minha roupa (já eram mais de 20h e a festa já tinha terminado, todos tinham ido p/ suas casas tomar banho p/ se encontrar na praia Grande), quando vi tava peladinha no sofá, com uma marquinha de bikini linda, e o D. chupando minha xota…logo ele pois seu membro pra fora e atolou na minha boca (deveria ter uns 18 cm), eu chupava bem gostoso até o saco …aí ele me colocou de quatro e cravou na minha xoto que de tão molhada que tava entrou fácil…começou um vai-e-vem frenético e nisso aparece o Beto que foi logo enfiando a pica na minha boca (era uma rola bem preta, de uns 18 cm também só que mais grossa) … eu tava alucinada com aqueles dois machos … já tinham uns 15 minutos de foda e meu namorado não chegava … mudamos de posição e eu fiquei sentada no colo do Beto no sofá, levando aquela tora toda na buceta enquanto chupava o caralho do D. … meu corpo tava entrando em transe, quando ainda sentada, o Beto começou a enfiar aquela taroba no meu cu, doía bastante, mas eu fui aguentando e pra facilitar o D. pegou um pouco de azeite e lambuzou meu cu … retornamos e o Beto foi metendo gostoso num ritmo delicioso, até que ele se deitou e puxou meu corpo por cima dele, era pra facilitar a penetração na minha buceta…. nisso entra o Wagner e o meu namorado….o Wagner abre uma cerveja e vai me dando um banho e o meu namorado pega uma câmera pra filmar minha putaria … era a realização de um sonho! …ser duplamente possuída … o tesão era imenso e o D. foi metendo aquela rola e eu deliciando cada centímetro, até que ele enfiou tudo e começaram um ritmo harmonioso maravilhosoooooo….e aproveitando a orgia, o Wagner mostra logo sua pirocona e diz: – eu vou te arrombar sua putinha (nossa essa era a maior e bem grossa, uns 23 cm), começa chupando sua cachorra …e o corninho filmando tudo! Eles metiam forte no meu cu e na minha buceta e eu mal conseguia chupar a rola do Wagner, até que eles trocaram e o D. deitou-se no chão, eu sentei com a buceta no pau dele, curvei-me para frente e deixei meu cuzinho livre p/ o W. que ainda passou um pouco mais de azeite e foi, e foi …eu tava sendo rasgada! Era um místico de tesão e dor…eles foram acelerando, eu já tava gemendo alto e não demorou que mais dois carinhas que estava na festa, entraram e sem cerimônia nenhuma já foram participando da suruba … eles demoravam a gozar e já tinham uns 35 min de foda… eu já tava larga mais eles queriam mais, então o W. sentou-se no sofá eu sentei na pica dele mas de frente pra ele, o D. cravou no meu cu, subiu um pouco por cima de nós dois e o Beto foi tentando meter seu caralho na minha buceta também …eu pensei que fosse impossível, mais aos poucos eles iam conseguindo, o pior era arrumar a posição …até que eles conseguiram aarrrrrrr doía muito e eu não aguentei muito tempo … logo eles desfizeram as posições, enfiaram seus membros na minha boca e começaram a jogar leite …a pica do W. jorrava e eu fiquei toda lambuzada, o W. deu um tapa no meu rosto e mandou eu engolir tudo e se prepara porque a putaria só tava começando. Então os outros dois entraram na foda: o Fábio e o Renato, já foi cada um metendo num buraco meu e o meu namorado, se controlando do ciúmes e da raiva que se misturavam ao seu tesão, entro na festa também e veio aproveitar um pouquinho da sua piranha …iniciaram uma dupla penetração (essas horas eu já tava arrombada de tanta experiência), só que agora era uma dupla no meu cu! ISSO OS DOI METERAM SUAS PICAS NO MEU CU, ele ardia de dor e eu me gozava toda ….começaram devagar e aumentaram para um ritmo frenético até que explodiram num jato de porra na minha cara … me fizeram beber denovo …já tinham uma hora e 15 min de foda e eu fui querer descansar só que eles queriam a saideira, então me fizeram virar dois copos de vinho e ficar dançando funk erótico pra eles, enquanto eles se masturbavam … e pra finalizar, me puseram de quatro, deram umas estocadas fortes no meu cu, e um de cada vez foi gozando na minha boca, que ficou bem cheia de novo, pois foi porra de seis caralhos …. então tomei um banho e fui pra praia curtir o carnaval e foi esse estupro todos os dias de carnaval.