Comi o cu de uma nifetinha de quinze aninhos



Click to Download this video!

Oi estou de volta com mais um conto, estava no computador vendo meu emails, quando me chamaram no MSN, quando fui ver quem era, era uma mulher que tinha pedido para add ela no meu MSN, não tinha teclado com ela ainda, daí começamos a conversar e ela disse que havia lido alguns contos meus e gostou e queria me conhecer, perguntei onde morava, ela disse que era em são Vicente, perguntei quantos anos tinha daí ela falou que tinha quinze anos, eu questionei porque ela estava vendo site pornográficos e lendo contos eróticos, daí ela disse que tinha muito tesao e que já tinha chupado alguns coleguinhas dela, mas queria conversar com uma pessoa mais velha, daí eu falei pra ela que ela era muito nova que deveria conversar com pessoas da idade dela, mas ela começou a falar em sexo, que tinha gostado de ler como eu comia as mulheres gostoso, que eu era aberto para o sexo, pois transava com homens também, e papo vai e papo vem, como não sou de ferro comecei a sentir tesao e comecei a atiçá-la também, daí falei muito putaria pra ela através do MSN e ela muito safadinha contribuía comigo falando que estava toda molhadinha, que estava passando a Mao na xanina, e tava muito a fim de chupar meu pau, daí endoidei e perguntei a ela se não queria vir ate santos pra gente se encontrar, ela concordou e marcamos na praia, eu estava só em casa, pois minha família só voltaria no dia seguinte, encontrei com ela, Suzana, uma moreninha linda, baixinha, com um bumbum empinadinho e redondinho a coisa mais linda, lábios bem carnudos e pernas grossas uma nifetinha muito gostosa, sentei com ela num quiosque pedimos refrigerante e ficamos papeando, ela era muito sedutora ficava mordendo os lábios a toda ora, daí a convidei para sairmos dali ela aceitou entramos no meu carro e fomos para minha casa, entramos e logo fechei a porta, ela se sentou no sofá e abriu às perninhas me provocando, ela estava usando uma sainha minúscula, e um top que só cobria seus lindos peitinhos que era do tamanho de duas maças e bem durinhos, quem não me conhece sou cadeirante encostei a cadeira do lado do sofá e fiz a transferência para o sofá ao lado dela e comecei alisar suas coxas e sua barriguinha, daí ela falou que só seria chupada, pois era virgem e queria continuar assim, me assustei e falei que levaria ela embora, mas a cabritinha tava decidida a me chupar que sem a menor vergonha levantou o top e perguntou se eu perderia aquilo, não agüentei e cai de boca nos peitinhos deliciosos, ela se contorcia toda, eu mordia chupava, lambia estava levando ela nas nuvens, daí ela pegou minha Mao e, pois em cima da sua bucetinha gostosa, eu comecei a esfregar ela estava molhadinha, ela gozava sem parar, daí ela se ajoelhou na minha frente e tirou meu pau pra fora que a esta ora já estava duro, pois eu tinha tomado um ciales antes de ir me encontrar com ela, não tenho uma rola enorme são só 15cmm, mas fica muito dura, e sem dizer que com o cialis fica dura por três dias, mas vamos à foda, ela começou a beijar meu pau e também lamber, e perguntava se estava certo, eu só dizia que sim, daí ela começou a subir e descer com ele atolado em sua boquinha, eu pedia pra ela chupar também meus mamilos, pois não sinto prazer no penis devido à lesão, e transfiro tudo pro mamilos, mas sinto tesao em ver uma boquinha chupar meu pau, e muito bom, daí ela chupava com força e depois devagar, pedi a ela pra colocar sua bocetinha na minha boca e fizemos um 69 maravilhoso ela gozava muito, daí falei pra ela que queria foder ela, ela mais uma vez disse que era virgem e não queria perder seu cabaço, daí eu disse pra ela que poderia comer seu cuzinho, ela mais que depressa disse que doía, pois uma amiga já tinha tentado e disse que doeu muito, eu disse pra ela que foi falta de experiência de quem comeu a amiga dela, que eu tinha muita experiência e tinha o pau razoável, que faria com carinho e ela que conduziria a entrada, ela depois te um tempo concordou, pus ela de quatro e comecei a chupar seu cuzinho lindo E apertadinho, depois de lubrificar muito com saliva, a levei pro quarto, passei ky no cuzinho dela e mandei sentar no meu pau bem devagar, ela subiu encostou a cabeça no cuzinho e começou a descer, demorou um pouco pra abrir aquele cuzinho apertadinho, mas enfim entro a cabeça, ela deu uma gemidinha e eu disse pra ela parar um pouco, daí ela começou a descer mais um pouco e entro metade da rola no cuzinho dela, eu falei pra ela subir ate a cabecinha e descer ate o ponto que já tinha entrado, ela começou o vai e vem, no começo devagar, mas depois começou sentir tesao e começou a acelerar, falei pra ela colocar tudo daí ela sentou com força e fui ate o fundo do seu cuzinho, ela foi à loucura e começou a rebolar e fuder com muita violência, que putinha, eu a chamava, daí pedi a ela pra comer seu cuzinho de quatro ela sai de cima de mim eu sentei na cama e ela veio e ficou de quatro, eu olhei seu buraquinho todo esfolado que tesao mirei no seu buraquinho e puxei-a para trás entro tudo de uma vez ele gemeu alto, eu segurava na sua cintura e fazia o movimento pra frente e pra trás, comi muito aquele cuzinho delicioso, coloquei ela de lado e continuei a comer seu cuzinho com muita violência, ela não parava de gozar, depois de muito gozar ela ficou exausta, e eu também de fazer esforço pra comer seu cuzinho, fomos pro banheiro tomar banho, nos tocamos mais um pouco no banheiro, levei ela embora e combinamos outro dia nos encontrar de novo pra mais uma foda gostosa, mas sem compromisso, e isto galera, foi arriscado por causa da idade dela, mas não tinha como não come-la, pois ela estava louquinha para dar, prefiro mulher mais velha, pois fode melhor e não trás problemas, mas a vida às vezes reservas surpresas para nos.