Meu irmão faturou meu cuzinho



Click to Download this video!

Isto se passou a alguns anos atras hoje tenho 16 anos e o meu irmão é 5 anos mais velho que eu, meu mano é alto forte um gato, vive cheio de garotas atras dele, já escutei algumas conversa dele onde dizia que não perdoava ninguém gorda, feia coroa etc.. ele tinha 17 anos, e eu com 12 aninhos desabrochando, seios pequenos e uma bundinha grande e empinada para a minha idade, mas o que chamou sua atenção para mim foi um dia que resolvi provocar um colega dele que sempre ia lá em casa e ficava me secando, estava com shortinho super colado, e fui me abaixar para pegar algo no chão, só que sem flexionar os joelhos, fiquei com a bundinha a mostra para ele tarar, só que para meu azar meu irmão me viu fazendo tal manobra, ele me deu uma bronca na hora, e depois que o seu amigo saiu ele foi no meu quarto, disse que eu não tinha modos, que aquilo não era jeito de ajuntar algo do chão, retruquei disse que não via mal, então ele mandou eu repetir a
cena para ele já que não tinha mal algum, eu tinha trocado de roupa estava de mini-saia, resmunguei tal, e ele me desafiou então levantei e fiquei na posição, a saia levantou toda deixando meu rabinho completamente exposto só protegido pôr uma calcinha branca de algodão, imediatamente senti sua mão na minha bunda, me arrepiei toda e me levantei, olhei para ele brava e me assustei pois ele tirou seu pau para fora e mesmo sendo totalmente inexperiente sabia que seu instrumento era muito grande, meu irmão era um jumento, me deu dois tapas na cara, e arrancou minha calcinha disse que já estava na hora de eu levar rola pois seus amigos já perguntavam pôr mim e que a qualquer hora um faria o serviço, mas antes ele comeria meu rabinho, eu disse que era muito garota, ele disse que já comera varias da minha idade e que o único problema era de eu ficar viciada no cacete dele e me fez segurar sua vara, eu disse que contaria para nossa mãe ele me esbofeteou mais uma vez, e dizia que eu estava fudida pois ia me enrabar de qualquer jeito e seria naquela hora, cedi pois ele estava louco, fui colocada de quatro, ele passou algum creme no meu anus, olhei e vi sua arma imensa pronta para me comer, ele encaixou a cabeçona e eu gelei, ele forcou e eu me deitei encostando minha barriga no colchão, meu erro, com minhas pernas bem aberta meu rabo bem lubrificado e a cabeça do pau bem encaixada ele largou seu peso sobre mim e senti todo seu caralho me rasgando o cuzinho virgem, dei um grito pois seu trabuco entrou sem do no meu anel, tentei sair mas ele era forte e pesado, ele passou a bombear forte, então fiquei lá com o meu botaozinho lotado, já não tinha nem forças para gritar apenas pedia para ele tirar e acabar com meu sofrimento de uma vez, sua penetração era profunda e forte tirava quase que completamente o pênis e enfiava tudo bem rápido doía, doía muito, ficou uns dez minutos comendo meu lolo, gozou que nem um porco, após a enrabada fiquei paralisada da dor, ele me falou que eu era valente pois tinha levado uma vara de 21 x 5 no cu e tinha agüentado firme, pois quando comeu nossa priminha Juliana nova como eu, ela não agüentou e desmaiou da dor, depois ele disse que queria de novo, eu disse que não pois ele tinha me violentado, ele me bateu mas uma vez e eu não tive como resistir, e tive meu cuzinho estrupado pela segunda vez, e depois a noite quando todos dormiam fui obrigada a dar para o meu irmão novamente, ao todo ele gozou 4 vezes naquele dia, sempre na minha rabeta deixando ela toda prejudicada, me comeu todos os dias pôr quase um mês sendo que já não usava lubrificante apenas cuspe, mas depois parou de me procurar pois disse que meu cu já estava bem arregaçado, e que estava de olho numa vizinha novinha também, que estava bem gostosinha, só que eu já estava acostumada e levar rola no meu buraquinho, viciei no negocio e dei para vários caras só que nunca achei uma rola como a do meu irmão grande e grossa.