Comi minha prima de 13 anos ainda virgem



Click to Download this video!

Eramos entre cinco naquela casa de interior:Eu de 11 anos,minha mãe de 36,meu tio de 40,minha mana de 17 e minha prima de 13.
Ficavamos só eu e minha prima em casa de manhã,pois a tarde estudavamos, o resto do pessoal trabalhava o dia todo e nem vinham em casa almoçar.Quem fazia o almoço era minha prima e eu, eu alcançava o que ela me pedia e ela ia fazendo o almoço,com uma sainha bem curta exibindo sua bundinha redondinha com uma calcinha fio-dental.
Certo dia (não tinha aula) acordei bem cedo, e minha prima ja estava acordada,pois sempre acordo bem depois que minha prima.
Fui até o quarto dela e disse:
-Bom dia priminha.
Ela me olhou e perguntou o que iriamos fazer de almoço.
Palpitei que uma lasanha cairia bem em um dia sem aula.
Ela concordou, passou-se umas tres horas… ja era 11:37 ela foi me chamar no meu quarto para fazermos o almoço, quando ela abriu a porta do quarto, deu de cara comigo completamente nú, eu estava trocando de roupa (durmo sem cueca).
Ela ficou olhando meu pau e rindo, em seguida ela me perguntou se ele não ficava duro, não respondi nada de vergonha, ela tornou-se a perguntar novamente e em seguida disse que, ja que não respondi a pergunta, ela iria descobrir do jeito dela.
Ela veio em minha direção, abaxou-se em minha frente e começou a bater uma punheta com aquela mãozinha delicada dela.Quando me toquei, ela já estava pagando um quete delicioso com aquela boquinha quente e suave dela.Quando vi aquilo, tirei rapidamente meu pau da boca dela e perguntei pq ela fez aquilo.
Ela me olhou com um olhar sedutor e disse que só queria saber se meu pau ficava duro.
A essas alturas eu já havia intendido oq ela queria comigo, dei uma de espertinho e disse que eu queria muito saber se ele ficava duro dentro de uma bucetinha como a dela. Ela olhou pra mim e sem medir esforços me jogou na cama e falou que iria fazer esse favor pra mim, mas com uma condição. Logo perguntei qual, ela respondeu que era virgem e que nao era pra ir com força. Concordei em nao fazer com força.
ela tirou seu shortinho curto, tirou sua calcinha e veio com aquela bundinha pra cima de mim. Só senti uma coisa suave e quente toda meladinha envolvendo meu pau, e um sangue escorrendo, era seu cabaço q tinha acabado de perder enquanto ela chorava e gritava, até perguntei se queria parar, ela disse que não, e pediu pra eu socar mais fundo.
Bem no fim ja era 15:26 e nem tinhamos almoçado ainda… quero dizer, eu tinha almoçado minha priminha, hehehe.