Fui Encoxada Pela Segunda Vez, e Gostei…



Click to Download this video!

Continuação de “Eu e Minha Amiga Encoxadas Pela Primeira Vez”
…Mal dormi a noite, não tinha como dx de pensar, acho que até sonhei com o que aconteceu, aquilo não saia da cabeça, fui pra escola, me encontrei com a melissa, ela tb estava claramente perturbada, na hora do recreio saimos e nos afastamos,tinhamos que falar a respeito, e como eu, ela disse que sentiu a msm coisa, mais que não chegou a gozar, parecia loucura, tanto eu como ela sentimos a msm coisa, não que eu não tenha sentido tesão antes, as vezes me masturbava pensando em algum menino que tinha ficado, e que tinha sido mais ousado me deixando molhadinha, mais não passava disso, já tinha feito sexo anal com um deles uma vez, mais só, mais o que aconteceu foi diferente, talvez pelo fato do cara ser mais velho, e não tem como negar, homens mais velhos sabem onde tocar no lugar certo rsrsrs….
Conversamos muito eu e a melissa, até pesquisamos na net, e descobri que não sou a unica, muitas passaram por isso e gostaram tanto qto eu, o que me dx mais aliviada e desencanada, mais o fato éra que acima da vergonha a vontade de sentir aquilo outra vez falava mais alto e só em pensar em fazer outra vez me deixava molhadinha….
Passaram 2 semanas, e eu com o mesmo desejo, cheguei a ficar com um menino que estava afim, até deixei ele me tocar, até acabei fazendo sexo anal com ele, mais não foi a msm coisa, foi bom, mais não senti nem de perto o que senti naquele dia, sera que estava ficando doida ??????
Então depois de uns 25 dias resolvi que tinha que fazer outra vez, se não com certeza ficaria doida msm…precisava saber, se sentiria a msm coisa outra vez…
Éram 6:00 hs, começava a escurecer, estava extremamente nervosa, apesar do calor, me sentia fria como gelo, pernas tremulas, mãos suavam, a sensação de que estava prestes a cometer um pecado sem perdão, de um lado o anjinho dizendo não vai, do outro o diabinho, vai, vc vai gostar, como se todos estivessem me olhando e dizendo “eu sei o que vc vai fazer ” escolhi um onibus que ia p/ um bairro bem distante, entrei no meio das pessoas, estava mais cheio que da outra vez, o onibus parou, aquele empurra empurra, tds querendo entrar ao msm tempo, fui entrando e subindo no meio das pessoas, logo fui sendo levada para o fundo do onibus, as pessoas desesperadas, tentando achar um lugar pra se acomodar, parei e fiquei em pé, nervosa, pernas bambas, segurava no banco,não tinha como rucuar mais, pelo horario tinha mais homens que mulheres no onibus.
estava apreensiva, não sabia o que iria acontecer, e aquilo me deixava mais nervosa ainda, estava usando uma calça pantalon cinza clara de tecido bem molinho, e com msm intenção que entrei naquele onibus, acho que certos homens entram tb.
O onibus começa a se mover e não demorou muito percebi que fui rodeada por uns 3 homens de seus 40 anos, usavam uniformes de alguma empresa que não vi, e foram logo me espremendo no banco onde estava dois homens sentados com o mesmo uniforme, até parece que eles combinam, como um bando de lobos, vão acuando sua presa não dando chances de fugir, ali estava eu, refem daqueles tarados, que sem pudor algum um deles foi me encoxando e se posicionando atraz de mim, e sem pedir licença foi esfregando aquele pau na minha bundinha, que senti ir crescendo a cada balanço do onibus e foi entrendo no meio das minhas nadegas levando o tecido da minha calça e minha calcinha ficar todo enfiado e sentindo a ponta daquela coisa fazendo pressão no meu anelzinho como que procurando um lugar pra invadir meu cuzinho.
E quando dei por mim, estava sentindo aquela msm sensação, e por uns 15 min. ele ficou ali me cutucando com aquela coisa enorme, e involutariamente percebi que por alguns momentos dava uma reboladinha me ajeitando e facilitando pra que aquela coisa enorme pudesse atingir seu alvo, meu anelzinho e fui me entregando aquela sensação indiscritivel e percebendo meu consentimento aquele tarado ia se aproveitando de mim, fazendo pressão cada vez mais forte na minha bundinha e qdo percebi estava com minha xaninha colada no ombro do senhor sentado no banco, e a cada pressão que sofria atraz minha xaninha fazia pressão tb no ombro do homem no banco, e ele percendo que eu estava sendo violada pelo seu colega de trabalho levou sua mão no ombro disfarçadamente e tocou minha xaninha..
e eu instintivamente coloquei minha bolça na frente, não queria que me vissem sendo violada por aqueles 2 tarados
que agora sofrendo pressão na bundinha e na xaninha, mesmo não sendo penetrada a sensação que sentia éra indiscritivel, e por um longo tempo fiquei ali, dominada e refem daqueles tarados e meu corpo seguindo seu instinto natural, começei a pressionar aquele dedo e o homem percebendo começou a presionar tb, minha xaninha estava em êxtase e sentindo aquela coisa enorme fazendo pressão no meu anelzinho não aguentei mais, e comecei a sentir aquela msm sensação, aquele pulso eletrico percorrer meu corpo, as pernas se enfraquecer e com minha xaninha em brasa se contraiu em um gozo, e gozei como nunca, por varias vezes, não queria que aquela sensação parace, queria sentir mais e mais e mais….
Voltei pra casa, com aquela mesma sensação de culpa e vergonha, não sabia bem o que pensar, estava perdida, tudo que queria era tomar um banho e ir para meu quarto, e sabia que aquele fantasma ficaria me rondando, mais parte das respostas que buscava obtive, só não sabia ainda como lidar com td isso…..

[CONTINUA…]