Garota Querendo Novas Experiencias Acaba Sendo Comida Pelo Travesti



Click to Download this video!

Conto Enviado… Eu me chamo Helena tenho vinte anos sou loira de olhos claro bem branquinha seios grandes magra porém cheinha no quadril e bunda empinadinha. Hum dia estava atoa em casa e resolvi fazer algo diferente, próximo da minha casa tinha um cinema pornô, tinha curiosidade mas, não tinha coragem. Resolvi entrar pra ver o que rolava. Estava assistindo o filme pornô, quando um travesti muito linda entrou e começou a desfilar no salão ela usava uma saia curta branca, sapato alto, tinha mais ou menos uns trinta anos, media eu acho um metro e oitenta de altura, seios fartos, uma bunda de dar inveja em muitas mulheres, eu mesma fiquei, não parecia que era um travesti, seus gestos, sua postura eram de uma mulher sensual, fiquei fascinada por ela, curiosa diria, num determinado momento ela veio em mim e perguntou se eu gostaria de companhia, não entendi no momento o que ela queria dizer, ela começou a se explicar dizendo que fazia programa, que percebeu quando eu entrei e me achou muito bonita, queria me conhecer melhor. Eu sem saber o que dizer perguntei como funcionava ela me disse que normalmente cobra, mas pelo fato de ter sentido atração por mim não me cobraria nada só queria me dar prazer. Eu já me sentindo envolvida disse que nunca tinha experimentado ficar com um travesti. Ela me falou com carinho e bem baixinho deixa comigo você não vai se arrepender, pegou minha mão e a colocou em cima do seu mastro enorme que dava pra sentir mesmo por cima da saia, eu olhei ao redor nervosa mas, cheia de tesão e via que tinha varias pessoas no cinema a maioria homens que me olhavam, ela percebeu meu nervosismo disse me, não te preocupas isso é normal aqui ninguém vai fazer nada, só vão olhar discretamente. Eu me acalmei e deixei rolar, a sensação era boa. Eu usava um vestido colado no corpo na altura do joelho, também usava sapatos bem altos. Convidei ela pra sentar ao meu lado, ela se sentou bem perto de mim e me deu um beijo no rosto, seu perfume era embriagante quando toucou meu rosto com sua mão macia e grande sentir um arrepio que logo procurei sua boca e a beijei com muita vontade, ela retribuiu passando a mão nas minhas pernas que não resistir e passei a mão por baixo da saia pra sentir novamente o caralho duro e enorme que se escondia dentro da calcinha, ela gemeu e sussurrou no meu ouvido dizendo coloca ele pra fora, eu disse, o quê? Ela disse baixa minha calcinha, aí eu entendi, comecei a baixar a calcinha dela e mesmo no escuro vi aquele pau gigante grosso e duro como um poste, comecei a pegar com força, enquanto isso percebi que outros homens olhavam em nossa direção. Mas, já não me importava mais com isso porque já estava envolvida. Ela me pedia que levantasse um pouco as pernas e abrisse, sem saber o que ela iria fazer obedeci abrindo minhas pernas, ela levantou meu vestido até aparecer minha calcinha, ela começou a me tocar com suavidade percebendo que eu estava molhadinha de tanto tesão, enquanto me tocava ainda por cima da calcinha eu lhe tocava ao vivo seu pau gostoso. Derrepente ela me pega com vontade puxando minha calcinha e mete a mão na minha boceta sentindo que eu estava molhada, logo enfia o dedo dentro de mim fazendo eu gemer de tanto prazer, ficamos nos amassando ali por muito tempo eu pegando no seu pau e ela metendo o dedo na minha xana. Eu disse a ela que queria ficar nua se teria algum problema, ela disse que não que era normal as pessoas ficarem a vontade, ao mesmo tempo que tirava o vestido ela também tirava a blusa e a saia que usava. Ficamos em pé no meio do cinema escuro, comecei a beijá-la novamente e passava as mãos no seu corpo, ela retribuía da mesma forma, vi seus seios volumosos que não parecia que era silicone, comecei a massageá-los e depois chupá-los, me sentei pra ficar na altura do seu quadril, começando a chupar seu cacete enorme, chupava, quanto mais chupava mais ela gemia e dizia abusa de mim, linda, abusa de mim repetiu varias vezes até ela me pegar pelos braços e dizer que agora era a vez dela de me chupar também, ela se sentou, eu em pé coloquei minha perna em sima da cadeira, ela beijava minha barriga, meu umbigo e descia até alcançar minha boceta, como é bom ser chupada praticamente na frente das pessoas, que olhavam discretamente me deixando mais excitada. Não aguentando mais me sentei no colo dela que me pegou de jeito e enfiou o caralho dentro de mim com força parecia que ia me rasgar, sentir dor e ao mesmo tempo muito prazer, cavalguei bastante na quela tora grossa, enquanto cavalgava em cima dela olhava e vi um casal me olhando, continuei cavalgando na pica daquela gostosa, o casal percebeu que eu olhava pra eles, levantaram e se aproximaram da gente, ficando numa distancia de duas cadeiras. O travesti que estava me fodendo olhou e me perguntou se eu queria mais, eu disse baixinho que aquilo era novo pra mim, mas, que queria experimentar, ela então, foi conversar com eles, de repente vem a garota e senta ao meu lado me perguntando o que eu gostaria de fazer eu logo disse que queria experimentar o gosto de sua boceta, ela sorriu e começou a abrir as pernas dizendo vem mete essa tua cara aqui e chupa gostoso eu já com muita tara comecei a chupar a boceta dela que rebolava na minha cara dizendo mata essa tua vontade gostosa. Enquanto isso o travestir estava comento o namorado da garota, ele gemia sentindo o caralho enorme no cu dele. Quando percebemos tinha uns três caras bem próximos de nós, ficamos de joelhos e mandamos os caras colocarem os paus pra fora, eles obedeceram, começamos a chupar, eu chupava dois ao mesmo tempo, quando um deles me pegou e disse continua chupando eles porque vou te foder, levantou meu traseiro pegou meus quadris e enfiou com força o pau dele na minha boceta, eu rebolava na quela pica e chupava ao mesmo tempo aqueles caralhos. Foi quando sem avisar o travesti veio e pediu licença pro cara que estava me comendo que era a vez dele, o cara saiu de traz de mim e o traveco empurrou com força o caralho grande e grosso no meu rabo sem avisar nada, sentir o pau dele entrar e sair do meu cu. Enquanto isso a garota se abaixou e começou a chupar minha boceta, fiquei doida de prazer que não aguentando mais aquela foda maravilhosa gozei. Logo peguei minhas roupas e fui pro banheiro me vesti. Ao sai do cinema percebi alguém me seguindo mas não olhei pra ver quem era. Ao chegar na esquina da rua ouvi um assobio, era alguém fazendo sinal pra eu esperar, paro e percebo uma garota loira vestia um jeans e uma jaqueta preta, disse, você me chamou? Ela respondeu que sim que estava no cinema e viu quando eu sai, falou que gostou do que eu estava fazendo mas, não teve coragem de participar da brincadeira. Eu perguntei se ela queria ir la em casa, ela respondeu que sim, mas, disse que não estava sozinha que o namorado estava por perto e também queria me conhecer, digo a ela tudo bem onde esta teu homem? Ela respondeu esta vindo com o carro logo ali, olho pra ver quando o carro para e sai um homem alto forte sarado de um metro e oitenta de altura cabelos tipo militar de pele negra, ela me apresenta e pede que entre no carro dizendo que iria pro motel, sem saber bem o que dizer falei tudo bem, vamos. Ao chegar no motel já vou tirando a roupa e entro de baixo do chuveiro e tomo um bom banho me enrolo numa toalha e vou em direção a cama e me deito, pergunto aos dois o que eles tinham em mente já que me viram fodendo na frente de todos no cinema. Ela me disse que queria que eu trepasse com o namorado dela, queria ver ele meter o pau dele na minha boceta e depois enfiar o caralho dele no meu cu, disse a ela que toparia desde que ela começasse me chupando, abro as pernas mostrando minha boceta pra ela, ela olha pro namorado que diz que quer ver ela fazendo isso, ela vem e começa me chupar todinha enquanto isso percebo o negão baixar as calças e colocar o pau pra fora da cueca, era um pau gigante negro com a cabeça cor de vinho escuro, maravilhoso, fiquei imaginando ele me foder tanto no meu cu como na minha boceta, estava muito excitada, pegava na cabeça dela e puxava pra sentir mais seu rosto junto a minha xana. Pedi a ele que se chegasse mais perto que eu queria chupar o caralho dele, ele veio já tirando a cueca e a blusa ficando nu lindo maravilhoso aquele corpo sarado. Praticamente esfregou o pau na minha cara que aproveitando começo a me deliciar na quela pica, chupo tentando engolir tudo mas não consigo devido o tamanho. A namorada dele me pede que dê o cu pra ele, quer ver ele me arrombar o rabo, quer ver eu gemer de prazer dando o cu pra ele. Então, viro de costas empino bem a bunda pra ficar na altura certa, ele me pega com força e diz, vou te foder gostosa, vou abusar desse rabo lindo, vou fazer você gozar no meu pau, e começou a socar fundo aquela tora grossa e enorme que me deixava louca de tanto tesão. A namorada gostava do que estava vendo se deliciava em ver o macho dela me enrabar toda, cheguei a morder o travesseiro de tanta dor e ao mesmo tempo sentia prazer, não queria que parasse, estava muito bom. Segurei o máximo pra não gozar mas não aguentei gozei gostoso naquela pica negra. Ele pede pra nós duas ficarmos de joelhos, ficamos ele coloca o pau grande pra gente chupar começo beijando a cabeça roxa e melada de porra, mordo e chupo de novo ela também chupa e me beija ao mesmo tempo, ele torna a enfiar na minha boca até alcançar minha garganta e goza na minha cara e na cara da namorada volto a chupar aquele pau cheio de porra escorrendo aproveitando o máximo aquele caralho enorme e grosso dentro da minha boca. Nunca mais fiz algo assim.