Comi minha filha virgem no sofá



Click to this video!

Oi vou contar aqui o que aconteceu e acontece até hoje comigo e minha filha; hoje tenho 34 anos e ela tem 16, não vou dizer nossos nome, pois preferimos viver no anonimato, pois até hoje ninguém da família desfia de nada. Bom desde de bem nova quem cuidava dela sou eu, pois quando ela estava com 09 meses sua mãe veio a falecer, então uma tia dela me ajudou até ela completar 1 ano; daí pra cá somente eu cuidava dela. Dava banho, fazia mamadeira colocava ela pra dormir, deste então passei a ser pai e mãe, e vivia uma vida que consistia em acordar cedo, deixava ela aos cuidado de uma babá, e ia trabalhar, voltava, dormia tarde para que no outro dia começasse tudo de novamente. Os dias foram se passando e os anos também, até que ao completar 12 anos ela menstruou pela primeira vez estávamos tomando banho e ela ficou muito assustada, então expliquei o que havia acontecido e tal, que era normal, formos comprar absorvente e a ensinei a usar. Quando fez 14 anos diss e a ela que não poderíamos tomar banho mais juntos na verdade até que eu queria continuar mais ela já estava com as formas do corpo bem formados seios redondinhos com os bicos rosinha sua xaninha já apresentava alguns ralos pelos que me deixava louco e uma bundinha redondinha também, resolvi não tomar mais banhos juntos, pois de vê-la assim estava mexendo comigo. Por que apesar de ser minha filha estava se transformando em uma mulher. Foi nesta época que comecei a namorar com uma mulher muito bonita, simpática e super carinhosa gostava muito de minha filha também mais sempre que estávamos juntos. Percebia minha filha estranha, passado alguns meses resolvi conversar com minha filha e saber o que estava acontecendo, então ela me disse que preferia quando era somente eu e ela que eu dava mais atenção a ela. Então disse a ela que eu me sentia muito só, por que deste de quando a mãe dela faleceu eu não havia me relacionado sério com alguém, foi quando ela me disse para nós dois sermos namoradinhos não concordei dizendo que aquilo era errado e tal. Então ela me disse tá vendo como não liga mais para mim e foi para o quarto emburrada chorando. Fui lá conversei com ela e disse que no outro dia iria terminar o namoro então disse que minha filha estava com ciúmes e tal… Coisas de adolescente, e que era para darmos um tempo até tudo passar. Deste então, não atendia mais suas ligações. A partir daí minha filha passou a ficar mais junto de mim, sempre estava me abraçando, sentado sempre em meu colo, tinha vez que eu estava no sofá vendo TV só de bermuda, ela vinha sentava na minha perna de sainha, quando ela sentava era a bundinha dela que ficava na minha perna, então eu sentia aquela bundinha lisinha e quentinha na minha perna; logo, logo, meu cacete dava sinal de que estava gostando. Então eu ia para o banheiro para bater uma pensando em minha filha, foi quando um dia não deu para resistir, ela me disse assim : a pai nosso namoro e muito ruim porque vejo na TV os namorados se abraçando e se beijando e nós não, então foi quando comecei a beija-la e não já me contendo, fui passando a mão em todo seu corpo por cima da roupa, meu cacete já estava duro. Então tirei toda a roupa dela e comecei a chupar aqueles belos seios pontudinhos e rosados. Quando levei a mão em sua xaninha, já estava molhada e meladinha, então fui até sua xaninha e comecei a lamber e chupar aquele melzinho que estava saboroso, ela se contorcia toda, me dizia que estava adorando aquela situação nova e para mim não parar. Dizia: nossa pai que delicia isso! Então, já não aguentando mais, tirei minha roupa e disse que ela tinha que me chupar igual se fazia com um pirulito nossa aquela boquinha pequenininha de encontro com meu pau foi uma coisa mais gostosa da minha vida ela ainda inexperiente não sabia ainda chupar, ais confesso que aquilo ali me excitou ainda mais. Coloquei ela de quatro e fui empurrando bem devagarzinho até que o seu cabacinho foi rompido, então comecei a dar umas bombadas mais forte e frequente. Daí já não estava mais me contendo quando tirei meu pau de dentro de sua xaninha e gozei em sua bundinha lambuzando a todinha. Aí fomos tomar banho, foi quando nos se beijamos loucamente e intensamente a partir deste momento, começamos um relacionamento que dura até hoje.