Comi minha tia gostosa



Click to Download this video!

Olá, esse é meu segundo conto, percebi que esse site realmente posta oque os leitores escrevem, mesmo que alguns contos não sejam verdadeiros, enchem de tesão.
Um assunto que muito me atrai é incesto com tia, nada como mãe, irmãos ou coisa do tipo, mas quem nunca sonhou em comer uma tia?
Sou moreno alto, 75kg, cabelos pretos, olhos escuros e 19cm de rola. Vou contar um caso que me aconteceu quando eu tinha 17 anos.
Minha tia morava no Rio de Janeiro e veio para o interior de São Paulo tentar a sorte depois de se separar do marido, ela me dizia que sonhava em construir uma casa e ter um novo marido. Ela era linda, morena, cabelos pretos, bunda grande, seios gostosos… Eu sempre a via com outros olhos ainda mais quando ela começou a morar lá em casa até que as coisas se ajeitassem para ela poder se mudar.
Eu sempre tomava banho com a porta trancada pois costumava bater punheta e não queria que meus pais me flagrassem. Por vezes enquanto eu estava tomando banho minha tia batia a porta pedindo para entrar, dizia que estava apertada e precisava urgente. Eu me enrolava na toalha e abria a porta para ela, ficava de costas e ela mijava. Na segunda vez que ela pediu para entrar eu fiz a mesma coisa, ela me disse que não precisava me enrolar e virar de costas, era normal para ela, eu era apenas seu sobrinho. Então, mesmo achando estranho derrubei a toalha e voltei para o chuveiro, fiquei olhando ela mijar, sua buceta era linda, toda lisinha e rosada, meu pau ficou duro na hora, tentei esconder e ela me olhando falou: nossa como ele é grande em. Eu fiquei com vergonha e dei um sorriso de lado. Ela saiu e eu na mesma hora comecei a bater uma punheta pensando naquela bucetona deliciosa. Do nada ela voltou ao banheiro em silêncio e me pegou no flagra, eu já estava prestes a gozar e ela falou: nooosssa, eu sabia que ia conseguir ver você fazendo isso, voltei para te falar como seu pau era lindo e acabei vendo de mais.
Eu virei de costas, fiquei sem saber oque fazer e quando percebi ela estava no chuveiro pelada me abraçando… Meu coração palpitava enquanto ela acariciava meu pau, comecei a relaxar, sabia oque estava prestes a acontecer, ela ajoelhou e sugou meu pau passando as unhas na minha barriga, aquilo me deixou maluco. Comecei a empurrar sua cabeça contra meu pau e ela gemia chupando, era uma delicia. Ela me disse para ficar tranquilo e não contar aquilo a ninguem da familia e eu concordei. Assim ela disse que por eu ser obediente merecia um premio e me disse que faria qualquer coisa que eu pedisse, então pedi para comer sua buceta, ela foi até a pia, empinou o rabo me permitindo ver seu cuzinho delicioso, eu cai de boca imediatamente, chupando aquele cu e a buceta, ela me disse: você não queria comer? vem e fode sua titia.
Eu não pensei duas vezes, meti meu pau naquela buceta que estava toda apertada, ela me disse que tinha tempos sem transar, só se masturbando. Fiquei com mais tesão ainda e comecei a socar fundo em sua xoxota, sentia meu pau rasgando a buceta dela e ela gemendo cada vez mais. Esse dia ficou na minha mente para sempre, ela virou minha putinha e toda vez que eu queria transar era só falar que ia tomar banho, ela não me deixava mais bater punheta, ela disse que esse era um trabalho para ela desse dia em diante.