Fui estuprado pelo meu melhor amigo



Click to Download this video!

Bem o que vou relatar para você hoje e a historia da minha vida real, isto aconteceu quando eu tinha 14 anos de idade, sempre fui um garoto bonito, praticava esportes, natação e futebol, tinha um corpinho bonito, uma bunda redondinha carnuda. Nesta época eu comecei a trabalhar como auxiliar de escritório numa firma na minha cidade, minha família muito pobre, fui criado por padrasto, que na verdade não gostava muito de mim não dava mais atenção ao filho dele, comida para mim só mesmo feijão com arroz, diziam que eu não morreria de fome, eu era muito carente em atenção, tinha família e ao mesmo tempo não tinha.
Comecei trabalhar na firma, o salário melhor minha mãe queria que eu desse meu salário para ela, eu recusei, da casa não poderia mandar eu embora porque a casa era da minha vó e que ela me deu um quarto para eu ficar, mais eu tinha que ficar pois não tinha como sair de casa com 14 anos,, mais tinha que lavar minha roupa, fazer minha comida, tudo bem, eu não parava muito em casa, trabalhava e estudava, acabei fazendo amizade com uns caras da fabrica, que no começo eram legais comigo me davam atenção, em especial um negrão com o apelido de A Jato este me tratava bem, começamos a sair juntos, só que ele já era um homem tinha na época uns 25 anos eu 14 anos, eles todos bebiam pinga mesmo tipo rabo de galo, meio a meio, conhaque, e eu comecei entrar na deles passei a beber também e volta e meia fica de fogo mesmo, fogo de ficar desacordado, só não dormia na rua por ser amparado por alguém.
Quando foi num dia saiu eu e o A Jato, só nos dois, bebemos eu fiquei já meio alto, ele morava com uma irmã, que trabalhava fora, só vinha tarde da noite, me levou para a casa dele, lá me deu mais bebida, ficamos conversando, eu já bêbado ele me colocou na cama, tirou minha roupa, e ficou pelado também, eu já não aguentava mais, só vi quando ele deitou-se sobre mim pelado, ficou abraçado comigo, e notei quando ele começou a passar a linguá no meu cu,aquilo era uma coisa inédita para mim e estava gostoso, mais acabei dormindo ou desmaiando, depois de um bom tempo eu acordei estava nu, na cama dele, e sentindo uma dor no meu cu,, coloquei minha roupa, e perguntei a ele o que havia acontecido,, ele então me falou que eu havia tirado a roupa me deitado na cama e chamando por ele, ele falou eu não queria ir mais você insistiu eu acabei deitando com você, fiquei de rola dura, e disse ainda que quando eu vi a rola dele dura eu virei a bunda para ele, ele na maior cara de pau tirou a rola para fora me mostrando nossa era uma monstruosidade grande e grossa, preta,, ele então falou você com a bunda virada para mim, eu com rola dura, uma bunda linda desta não aguentei comecei a colocar, eu perguntei você colocou isso tudo na minha bunda, ele respondeu todinha, e gozei lá dentro, eu realmente estava sentido minha bunda doendo e com uma coisa dura ressecada que seria porra ressecada, acabei brigando com ele, xinguei ele, e não se falamos mais.

Eu muito puto, acabei bebendo e adormeci no banheiro da fabrica, a minha sorte que um amigo meu me encontrou, eu me arrumei fui para o escritório quando cheguei lá o meu encarregado me chamou na sala dele e me deu o maior sermão, me fez chorar de vergonha, e me fez ver que eu estava indo para um lugar sem volta, depois deste dia nunca mais bebi, pinga, só que ficou uma sequela, passei a sentir tesão em dar a bunda, não que eu fosse afeminado, não mais passei a ter tesão em dar o cu, ao ponto de eu mesmo colocar cenoura ou um pepino na bunda e bater uma punheta eu tinha esta necessidade.

Já o A Jato, vivia me pedindo desculpas, como ele não comentou nada com ninguém, um dia resolvi aceitar conversar com ele, ele me pediu desculpas, que não deveria fazer aquilo sem a minha autorização e que gostaria de ter feito eu deixando ele fazer por minha vontade, acabei desculpando, passaram- se alguns dias ele então me encontrou e sabendo que eu não estava mais bebendo, ele então falou eu sei que você não esta bebendo, mais não quer ir ate em casa toma um refrigerante, e claro que ele contava que se eu fosse ele iria me comer de novo, e eu querendo e não querendo, mais o tesão falou mais alto, acabei aceitando, e fui ate a casa dele.

Cheguei lá ele me deu um refrigerante ficamos conversando ele começou a tocar no assunto do dia que aconteceu os fatos, acabou tirando a roupa ficando pelado, e a rola já estava meio dura, ele então me perguntou, olha se você quiser eu não vou forçar nada e só você tirar a roupa e deitar na cama ali, eu suava de desejo, e ao mesmo tempo envergonhado, eu estava muito tenso, mas eu via aquela rola dura grossa, com vontade mais ao mesmo tempo com medo e pensava ele já me comeu um vez, qual seria o problema dele me comer de novo, e quanto ao aguentar eu já estava usando objetos no cu achava que não iria doer tanto assim, mesmo porque o primeiro e único homem que tinha metido a rola no meu cu era ele,mesmo, não aguentei muito tempo não tirei minha roupa e deitei na cama com a bunda para cima, seria a primeira vez que seria penetrado por uma rola de verdade e eu sabendo e querendo ao mesmo tempo,ele então veio e começou a chupar o meu cu, nossa aquela sensaç ão era maravilhosa, chupou muito meu cu, fiquei de quatro ele chupava muito metia a linguá lá dentro, acabei deitando ele começou a penetrar nossa as primeira estocadas nossa que dor horrível mais foi laceando e então ficou gostoso, nossa e ele metia muito gostoso, demorava para gozar, chegava a gozar duas vezes sem tirar de dentro, que sensação quando goza lá dentro, a gente sente o leitinho quente jorrar dentro, que delicia, depois deste dia ele metia sempre comigo, passamos ser amantes, coisa de louco, depois disso passei a me envolver com um chefe do escritório o cara não era negro mais tinha numa rola também gigante, muito grossa, ele era casado, e um dia em conversa não sei porque ele acabou comentando que adorava comer um cu, mais a esposa dele não deixava, e como a gente trabalhava aos sábados sozinhos no escritório fazendo plantão conversávamos muito e sempre vinha estas conversas, num sábado resolvemos fazer umas arrumações no escritório e dep ois disso fomos tomar banho no vestiário, nossa quando ele tirou a roupa e eu vi aquela rola me deu um suador, ele também vendo a minha bunda que modesta parte era muito bonita carnuda durinha, ele disse nossa você tem uma bunda maravilhosa, eu fiquei vermelho, ele era um cara bem de vida, ganhava muito bem, então ele disse eu dou duzentos reais se você deixar eu brincar na sua bunda, e chegou por trás e encostou a rola em mim, não ofereci resistência ele então foi indo ate que me colou deitado sobre uma mesa e começou a penetrar a me penetrar, nossa aquela rola entrou ele ficou louco metia com vontade ate que gozou gostoso e ficou feliz, com esta foda acabei recebendo uma promoção no escritório e ele me de duzentos reais toda vez que ele me fode, mas também já fez eu chupar ele, já gozou na minha boca, ele faz o que quer comigo ele e muito gostoso, então passei a ter duas rolas a do A jato e do meu encarregado, como dizem os ditados, que não existe ex via do realmente não existe que depois que você der a primeira vez, seja por vontade própria eu não e tendo oportunidade você acaba dando de novo, eu dou ate hoje, mesmo casado, deu uma oportunidade eu rego não tem jeito.