Minha esposa aceita dividir com a minha sogra…



Click to Download this video!

Eu tinha 34 anos e estava casado com minha esposa e ela tinha 31.
Meu sogro, 55 e minha sogra 51. Era o ano de 1996 quando ele faleceu.
Minha sogra, uma coroa muito enxuta estava viúva e isso fez com que a minha esposa ficasse mais apegada a mãe e eu também por tabela.
10 anos se passaram e em 2006, minha sogra comemoraria 61 anos. Ela tinha ficado melhor ainda, pois a viuvez a rejuvenescera e ela se arrumava mais para arranjar uns paqueras. Cabelo pintado de loiro, unhas sempre bem feitas e roupas bem provocantes que a deixavam muito gostosa. Bem, nessa comemoração ela bebeu um pouco a mais e confessou para minha esposa que não estava muito feliz sexualmente e que sentia inveja dela por ter um marido tão bonito e fogoso (eu…rsssss). Minha esposa, em casa, me contou e a partir de então comecei a olhar para a minha sogra diferente e ela sempre correspondia. Um dia tomei coragem e perguntei se o que ela tinha falado era verdade. Ela disse que sim e me pediu um segredo. Ela sonhava comigo sempre. Aí não tive mais dúvida: ela me queria. Mas como eu poderia. Ela era minha sogra. Relutei um pouco e decidi tirar da minha cabeça. Eis que numa tarde, ela vai lá em casa visitar a gente e a minha esposa tinha saído. Ela disse que tudo bem esperaria. Mas eu percebi que o papo dela era muito picante e ela se insinuava cada vez mais. Não resisti e nós nos beijamos e ela louca de tesão agarrou meu pau por cima da bermuda e mandou eu por pra fora. A pica tava dura e abri o zíper e ela ajoelhou e começou um boquete maravilhoso. Sugava meu saco e enchia a boca. Mamava a cabecinha do meu pau, cuspia e engolia tudo até o talo.
Resolvi fuder a minha sogra. Joguei ela no nosso sofá e comecei a meter na sua boceta e estocava com força. Depois botei ela de quatro e fudi de novo aquela boceta grande e depilada. Enfiei a língua e lambi seu grelinho e cuzinho. Ela estava doida e sentava também na minha vara e cavalgava feito puta pedindo porra. Esqueci da minha esposa e quando lembrei falei: É melhor a gente parar! Ela disse: fique tranqüilo eu e ela combinamos. Ela deixou você ser meu. Ela saiu pra gente ficar aqui curtindo. Eu não acreditei, mas foda-se, continuei então a foder a minha sogra. Comi ela geral. Buceta e cú. Depois fiz ela mamar até encher a sua boca com a minha porra. Ela sugou tudo e disse que estava satisfeita. Nós nos recompomos e depois de uns 15 minutos, a gente estava tomando uma cerveja e minha esposa chega. Eu fiquei sem graça e sem saber o que falar ou fazer. Mas a minha esposa disse: E então mamãe, matoua vontade? Minha sogra disse: Ah! que maravilha!…Caralho…era mesmo verdade. Minha esposa consentiu que eu comesse a mãe dela. Aí foi que eu que falei: Porra vocês duas são bem safadas né? Então agora vamos fuder juntos. Quero mãe e filha chupando meu pau pra ele levantar de novo.
Bem, minha sogra ficou pra dormir. Metemos muito nós 03 e desde de 2006 como as duas.
Minha sogra hoje com 71 anos e minha esposa com 51 são as minhas coroas putas.
Faço as duas gozarem e dou prazer para elas, juntas ou não, nunca mais minha sogra reclamou.