Começando na putaria bem novinha



Click to Download this video!

Trocarei de nomes para não envolver ninguém mas a historia é verdadeira.
Hoje tenho 26 anos mas isso aconteceu em uma cidade da Bahia quando eu tinha 13 e meus pais se separaram.
Minha mãe teve que trabalhar e começou a fazer salgados e frutos do mar sob encomendas e deu certo, ela sempre cozinhou muito bem.
Como comprava muitos peixes ela acabou fazendo amizade com um pescador, seu Dudu, ele já era aposentado tinha 54 anos mas gostava de sai bem cedo com seu barco e pescar muitos peixes.
Nos fins de semana ele alugava seu barco para as pessoas passearem e conhecerem as praias mais longe.
Eu sempre era convidada e minha mãe deixava eu ir, seu Dudu era de confiança e ajudava muito minha mãe indicando fregueses.
Depois de um tempo seu Dudu começou a me olhar com outros olhos e fazer perguntas, tipo se eu já tinha beijado algum menino na escola e que deveria ter cuidado porque muitos eram idiotas.
Mas no barco sempre tinha outras pessoas e não passava disso mas quando eu estava de biquíni ele ficava de piroca dura, eu via o volume no seu calção.
Em uma sexta-feira minha mãe ia ficar a tarde toda fazendo um buffet e eu não tinha nada para fazer a tarde, eu almocei perto da escola e fui embora.
Quando tava passando perto do local onde fica os barcos o seu Dudu me chamou para dá uma volta de barco até a ilha secreta, uma prainha bem bonita que fica em lugar de difícil acesso.
Liguei para minha mãe e ela deixou, eu menti e disse que tinha outras pessoas mas só tinha eu e ele mesmo.
Neste dia o seu Dudu tava de short de banho e tava para ver o tamanho da piroca dele e aquilo me deixava nervosa.
Quando chegamos na prainha ele disse que queria ir nadando até lá e me convidou mas eu não tava de biquíni mas ele disse que eu podia ir de calcinha e sutiã.
Como ele era bem legal e conhecido topei, tirei a bermuda e camisa da escola e fiquei quase pelada já que minha calcinha e sutiã eram pequenos e transparentes.
Vi que ele ficou excitado quando me viu assim mas disfarçou e caímos na aguá.
Nadamos e chegamos na prainha, ai ele me olhou com cobiça, a aguá fez com que minha calcinha e sutiã ficassem transparente deixou meus peitinhos e bucetinha aparecendo.
Ele se excitou de verdade e vi que sua piroca tava até saindo do short, então ele começou a brincar e eu sentia aquilo nas minhas coxas e barriga e tava gostando.
Ficamos um tempo assim e voltamos para o barco, lá eu peguei uma toalha mas ele me tomou e disse que ia me enxugar, deixei e ai ele se aproveitou, fez com que meus peitinhos saíssem do sutiã e assim pode até passar a mão discretamente, quando foi embaixo ai ele viu que eu tava molhadinha e fez carinho na buceta por cima da calcinha mas ficou nisso.
Coloquei a bermuda e a camisa e voltamos, antes de chegar no embarcadouro ele me pediu um presente mas teria que ser segredo, perguntei o que queria e ele me disse, um beijo.
Acabei topando e então ele me abraçou e me beijou, que beijo gostoso, enquanto me beijava ia passando a mão na minha bundinha, como eu não reagi ele acabou enfiando a mão dentro da bermuda e chegando no meu cuzinho.
Senti seu dedo entrando nele e isso me deu um tesão de louco, que delicia.
Disse que tava bom e me afastei, ele concordou e sentei até desembarcar e ir para a minha casa.
Depois desse dia ele quando tinha oportunidade me pedia beijo e eu dava, sempre com o dedo no meu cuzinho.
Um dia eu fui na casa de uma colega mas ela tinha saído, então passei perto do barco do seu Dudu e disse que não tinha nada para fazer.
Ele me convidou para um passeio, claro que aceitei, era isso mesmo que queria.
Neste dia eu tava de blusinha sem sutiã e um shortinho mas de calcinha por baixo.
Quando chegamos na prainha fui logo tirando a blusa e o short e ficando com os peitinhos de fora, ele ficou excitado na hora.
Nadamos e na praia brincamos muito, ele beijou minha boca e meus peitinhos e acabou tirando minha calcinha.
Me colocou no chão, abriu minhas pernas e chupou minha buceta, era a primeira vez que alguém fazia isso em mim.
Ele sempre com um dedo no meu cuzinho mas neste dia ele acabou colocando dois.
Gozei muito e ele pediu retribuição, disse que não sabia fazer, nunca tinha chupado mas ele foi me ensinando e aprendi rapidinho.
Chupei e mamei aquela piroca enorme uns 15 minutos até ele falar que ia gozar, fiz com mais velocidade e recebi um monte de porra na boca, tentei engolir como via nos videos mas não conseguir, me deu ânsia vomito.
Nadamos mais um pouco e ele me disse que queria me comer, eu disse que tinha medo e que outro dia a gente faria isso, então ele me disse se eu sentia tesão quando enfiava o dedo no meu cu, eu disse que sim.
Ai ele falou que ia comer meu cuzinho, eu não queria mas ele me convenceu, foi no barco e trouxe um óleo, passou no meu cu e ia enfiando dedos, primeiro dois, depois três até que disse que eu já aguentaria.
Forrou um pano no chão e me colocou de bundinha pra cima, veio em cima de mim e colocou na entradinha do meu cu sua piroca e foi empurrando.
Eu sentia uma dor horrível mas queria fazer aquilo, aguentei tudo, ai ele começou a meter, no inicio devagar mas foi aumentando e a dor diminuiu e acabei até gozando com a piroca dele no meu cu.
Não demorou muito e ele gozou enchendo meu cu de porra, quando ele tirou a piroca vi que saia porra com sangue.
Ficamos quietinhos e fui me molhar, nadamos até o barco e fomos embora, antes de chegar ele me pediu um boquete, sentei e chupei a piroca dele de novo até senti a porra vindo, desta vez conseguir engoli tudinho, não senti ânsia de vomito.
No outro dia ia ter uma festa, minha mãe deixou eu ir e lá encontrei o seu Dudu.
Conversamos e ele disse que eu era a menina mais gostosa que ele já tinha comido.
Então me chamou para o barco, ele foi antes e depois eu fui.
Ele já me esperava e tinha feito uma cama com um edredom bem gostosa.
Ai eu fiquei pelada e fui logo chupando a piroca dele, fiquei de quatro para ele comer meu cu mas dessa vez ele colocou na entrada da minha bucetinha, antes de enfiar me perguntou se podia tirar meu cabacinho, disse que sim.
Então ele me deitou de barriga pra cima, abriu minhas pernas e foi colocando e eu rebolava na piroca.
Quando viu que tava gostando ele deu uma estocada que vi estrelas, ai já era meu cabaço.
Então ele ficou quietinho, eu chorava muito mas eu ficando mais calma, ai ele foi enfiando com mais força e eu gozava gostoso, como era bom dá a buceta.
Depois que eu tinha gozado umas 3 vezes ele me virou e passou óleo no meu cu e me comeu.
Depois de meter um tempo ele gozou e sentir uma coisa gostosa demais.
Ele me lavou e antes de ir embora ainda chupei a piroca dele até senti sua porra na boca.
Eu continuei sendo a amante dele durante 3 anos e não me arrependo de nada.
Tudo que fiz foi por minha livre e espontânea vontade.
Até hoje sou viciada, tenho namorado mas sempre transo com um quando é um coroa bonito e charmoso.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(0 Votos)
Loading...