Confissões de uma mulher casada



Click to Download this video!

Bem quero esclarecer que não sou de escrever contos este e o primeiro, sou casada e meu marido e que costuma escrever, um dia ele deixou o computador ligado e pude ler alguns contos e comentários dele.
Temos uma vida sexual bem ativa, fazemos de tudo e eu sinto tesão enorme quando eu coloco o dedo no cu dele, percebi que ele gosta, e na hora do sexo vive me chamando de puta, vagabunda, e eu ate gosto me da tesão, mais no que li nos contos dele percebi que ele gostaria de ser corno, gostaria de ver eu dando para outro macho, mais não comenta nada comigo, isso ficou na minha mente, ai procurei conversar sobre isso mais ele ficava meio constrangido e mudava de assunto.
Ele tem um amigo que é unha e carne os dois, já ate pensei que eles deve ter algum caso, sabendo que meu marido curte uma massagem anal, já imaginei alguma coisa, e o amigo dele o Mauricio e uma cara bem apanhado, boa pinta, bonito, fiquei ate enciumada, só em pensar que meu marido esteja dando para ele, então um dia na cama puxei um conversa com meu marido e perguntei sobre o Mauricio, se ele e casado, solteiro, ele me disse que ele e separado, e que mora sozinho, me aprofundei nas perguntas mais ele desconversava, e falei sobre sexo, que eu achava ele um gato, gostoso, e percebi que ele acabou ficando exitado e aproveitando fiz um monte de pergunta a ele sobre o Mauricio, e deixei escapar e perguntei se ele já havia visto ele pelado, ele respondeu que sim, eu então perguntei como era, o brinquedinho dele, ele me respondeu que era grande e muito grosso, o do meu marido e pequeno tem 14 cm, nossa fiquei exitadíssima, e metemos muito gostoso.
No dia seguinte insisti nas perguntas, e acabei perguntando se ele já havia dado para ele, ele me respondeu que não, eu perguntei mais gostaria, ele respondeu olha para te falar a verdade ate gostaria, mais acho que não aguentaria o pau dele e muito grosso, e ele me perguntou e você aguentaria, eu respondi não sei mais tentaria, ai aproveitei e falei para ele que havia lido os contos no computador dele, você gostaria de me ver transando com outro homem, ele me respondeu que talvez, ficava exitado só em pensar, mais não saberia na real o que poderia acontecer, eu então perguntei e se fosse com o seu amigo Mauricio, ele respondeu que não tinha coragem de comentar isso com ele, uns dias se passou.
Quando foi uma dia o Mauricio ligou procurando meu marido, ele não estava, procurei puxar conversa com ele, e alongando a conversa, eu aproveitei e perguntei você não convida a gente para tomar umas cervejinha no seu apartamento, ele deve ter percebido alguma coisa e perguntou só tomar cerveja, eu respondi quem sabe, depois de umas cervejinhas tudo pode acontecer, ele então perguntou mais você acha que o seu marido vai aceitar isto, e você vai quer mesmo, sem frescura, ou depois chega aqui fica fazendo doce, eu respondi que não se eu fosse era para fazer tudo, ele perguntou tudo mesmo, sem restrições, eu respondi sem restrições, nossa só com esta conversa eu fiquei toda molhadinha só imaginando ele metendo aquela rola em mim, e marcamos.
Foi na Sexta feira, isto porque não trabalhamos no sábado, então podemos ficar ate mais tarde, no mesmo dia comentei com meu marido, sobre o assunto, isso na cama na hora do sexo para dar tesão e ele não reclamar, falei que o Mauricio tinha convidado nos dois para irmos tomar umas cervejinhas no apartamento dele, ele então me perguntou você vai querer ir mesmo, eu respondi que sim, e aproveitei e perguntei você vai deixar eu dar para ele, e realizar o seu desejo de ser corno, ele respondeu meio sem graça mais disse que sim, se você quer tudo bem, e assim na Sexta feira por volta de 20 horas fomos.
Eu modesta parte sou bonita, tenho umas pernas bonitas, sou loira, uma bunda carnuda saliente, me produzi toda, coloquei uma saia curta, mostrando bem a minhas pernas, uma blusa degotada, uma calcinha fio dental, uma sandália de salto alto esta linda mesmo, e bem provocante, meu marido estava meio nervoso eu também acabamos tomando um conhaque para descontrair, o telefone tocou eu atendi era o Mauricio perguntando se nos iriamos mesmo, eu respondi e claro daqui a pouco estamos ai, e brinquei com ele dizendo se prepara.
E saímos muitos nervosos, mais eu cheia de tesão bem porque seria a nossa primeira vez, chegamos, ele abriu a porta nos cumprimentou e já nos serviu um conhaque que ele sabe que meu marido gosta, conversamos um pouco, ele nos serviu uns petiscos, meu marido saiu da sala foi ate a cozinha pegar mais bebida, o Mauricio me perguntou então ele aceitou sem problemas, sem frescuras, eu respondi que sim, ele então partiu para cima de mim me beijando, notei que meu marido ficou de longe só observado, ele me deixou peladinha, me beija o corpo todo, acabei fazendo uma chupeta, nossa a rola realmente era muito grossa mesmo, mau cabia na minha boca, uma cabeçorra, nossa eu sei que relaxei ele me chupou todinha, e começou a me penetrar, caralho, foi difícil doeu um pouco ate lacear, mais depois que entrou tudo nossa ficou maravilhoso ele tirava e colocava ate o saco, eu cavalguei, sentei em cima, fiquei de quatro, metemos de todas as formas de frango assado, que delicia, nunca gozei tanto assim, ai o Mauricio acabou gozando, e como e amigo ele meteu sem camisinha, gozou lá dentro, meu marido atrás batendo uma punheta, o Mauricio saiu de cima o meu marido caiu de boca chupando minha boceta toda melada de porra, chupando aquela porra todinha, eu chamei ele e comecei a chupar a rola dele e ele gozou na minha boca, e acabou ate chupando a rola do Mauricio, voltamos a beber mais um pouco e voltamos ao segundo tempo, o Mauricio começou a me beijar deitamos na cama ele me virou de buço, com a bunda para cima e começou a chupar o meu cu, e lambuzou de Kiss, eu disse a ele que não iria aguentar, dizendo sua rola e muito grossa, ele então me cobrou você disse que não iria ter restrições, e disse se você não aguentar eu paro, eu aceitei, nossa estava tremendo, pedi um conhaque para o meu marido para dar coragem, e o Mauricio começou tentando, nossa para passar aquela cabeça foi difícil doeu muito ele tirou varias vezes, mais acabou me arrombando, nossa coisa de louca sentir uma rola tão grossa na bunda, quando ele gozou não aguentei mandei ele tirar logo estava ardendo, depois conversamos um pouco e fomos embora, foi maravilhoso, agora estou querendo ver o Mauricio foder o cu do meu marido, mais isto e outro assunto, hoje eu e o Mauricio somos amantes, transamos em casa, e na casa dele sozinhos sem a presença do meu marido e com o meu marido também, ate em motel no carro, já transamos, maravilhoso, somos grandes amigos,e minha vida mudou para melhor e claro, espero que tenham curtido.