Final de Semana na Chácara do meu Amigo Andre II



Click to Download this video!

Ola admiradores dos contos eróticos, o que vou relatar para você e que a minha vida mudou muito depois deste final de semana, acredito quer foi para melhor, aflorou novamente em mim o desejo de transar com outro homem, só que fiquei com compresso de culpas, traindo minha mulher com outro homem.
Sou casado adoro minha mulher, uma mulher muito bonita, morena bronzeada, com a marca do biquine, umas pernas grossas, uma bunda maravilhosa, carnuda saliente, e muito compreensiva adora sexo, anal, vaginal, oral, chupa gostoso, passa a linguá no meu cu, coloca o dedo, nossa uma maravilha e eu traindo ela e ainda com outro homem, me sentia mal com esta minha atitude mais era mais forte que eu.
Comecei na hora de fazer sexo com ela em apimentar o nosso relacionamento, eu nunca fui provido de uma pênis grande o meu e pequeno, e eu desfrutando de um de 22 cm e muito grosso, então eu na hora de transar comecei a pensar no Andre, i imaginando aquela rola dentro daquela bocetinha apertadinha, nossa me dava um tesão danado, comecei então a pensar alto, falando isso sua putinha rebola nesta rola grossa, você gosta desta rola grossa na boceta, e dizia isso mete tudo nela que ela adora, enfia tudo, ate o saco, e a gente gozava gostoso, eu sentia que ela também gostava, quando ele me chupava eu dizia isso putinha chupa esta rola grossa do seu macho, e assim ocorreu as nossas transas por varias vezes.
Um dia na sala eu sentado no sofá, ela veio deitou -se com a cabeça na minhas pernas e começou a bolinar na minha rola, tirou para fora, e me disse cade o rolão grosso, eu disse esta aqui, ela então me fez uma pergunta, amor vou te perguntar uma coisa você me responde com sinceridade, e claro que eu respondi que sim, ela então perguntou, com estas conversas, que você vem falando, você imagina outro homem fodendo em mim, eu fiquei sem saber o que dizer, então respondi bem não assim, mais quem sabe, e você o que pensa, ela respondeu nunca pensei neste assunto, mas não e descartável não e começou a chupar minha rola, eu não poderia no momento falar sobre o Andre, ficou no ar a nossa conversa.
Logo no final de semana em conversa com o Andre eu pedi se dava para passar o final de semana na chácara dele, ele de pronto me deu a chave dizendo que ninguém iria para lá, convidei ela, ela aceitou, fomos passar o final de semana lá na chácara, eu e claro pensando na possibilidade do Andre aparecer lá, pois ele sabia que só ia eu e minha mulher, chegamos lá bem cedo no Sábado, arrumamos as coisas, ela de pronto colocou o biquine e foi pegar um bronze no sol que esta muito bom, eu fiquei preparando o almoço e fazendo a nossa batida, começamos a beber, já mais ou menos uma meio dia, eu não via o Francisco, resolvi ir ate a casa dele, eu já estava com o almoço pronto iria fazer um churrasco, perguntei ao Francisco porque não foi ate a casa, ele me respondeu eu vi que você esta acompanhado com sua mulher, eu disse não seja por isso pode ir lá tomar umas com a gente, o Francisco um mulato grosseiro de aparência mais muito educado, fortão meia idade, bonitão, voltei para a casa deu um tempinho ele apareceu, apresentei ela a ela, eu já tinha comentado sobre o caseiro, ele ficou vesgo quando viu aquele bundão tomando sol, ela já com umas batidas na cabeça não ficou constrangida não com a presença dele, ficou bem a vontade.
Eu voltei para a casa fui fazer uma batida o Francisco veio comigo e fez um comentário, que bunda em tem a tua mulher, eu perguntei gostou, ele disse nossa adorei, nisso passei a mão na rola dele que já estava querendo dar o ar da sua graça, acabei fazendo uma chupeta para ele, nossa que delicia, aproveitei a oportunidade mandei ele levar um copo de batida para ela, para atiçar mais o interesse dele, pedi para ele ir na vendinha buscar carvão, fui completar o copo dela, e disse a ela o caseiro ficou vidrado com esta bunda, ela riu e disse e mesmo, eu completei e tem uma rola grossa, cabeçuda, ela voltou a rir de disse nossa iria me arrombar, eu respondi com certeza, te arrombaria todinha, ela rebolou e disse nossa já estou sentindo, nisso chegou o Francisco, ela riu de novo, e deu uma rebolada com a bunda.
No quintal tem um chuveiro, esta muito calor, eu tomei uma chuveirada, eu já estava exitado, fui colocar fogo na churrasqueira, e continuamos bebendo, logo começou sair um churrasquinho, ele se levantou foi no chuveiro, tomou uma chuveirada e se juntou a nos, sem nem colocar uma toalha, só de biquine mesmo, já estávamos meio altinhos, alegrinhos devido a bebida, ela passou entre mim e o Francisco eu dei uma tapa na bunda dela, e disse e bundão, ela rebolou, e puxou o biquine enfiando na bunda deixando a bunda toda a mostra, saiu rindo, já de fogo, ai sabe como é dois homens e uma mulher, eu já meio de fogo ela também, a conversa virou sacanagem, ela sem nenhum pudor e vergonha, só de biquine e com a bunda de fora, no local da churrasqueira tinha uma mureta onde a gente se sentava, ela veio e sentou no meu colo, eu já exitado, mas eu com um pintinho pequeno duro mais pequeno, eu observado o Francisco olhando, e alisando a rola morrendo de tesão, minha mulher me pergunta cade o pauzão, eu respondi senta ali no Francisco que você vai ver o que e bom para a tosse, nisso fui ate a cozinha pegar mais batida, quando voltei não é que ela estava sentada no colo do Francisco e sem a parte de baixo do biquine pelada da cintura para baixo, e quando cheguei ela me disse esta vendo amor você disse que eu não iria aguentar já esta todinha lá dentro e ela pulava na rola dele, eu fui buscar o Kiss, lubrificante, ela gemia muito rebolava, pulava na rola dele dizendo isso mete tudo l[a dentro mete eu sei que ela gozou umas três vezes com aquela rola todinha lá dentro, o Francisco tirou de dentro tirou a bermuda ficou pelado debruçou ela na mureta e socou fundo, nossa coisa de louco, eu vendo aquela rola que já entro de mim agora dentro dela, o Francisco anunciou que iria gozar, ela disse a ele goza lá dentro goza, na hora não pensamos em camisinha ele jorrou porra dentro dela, nossa eu acabei chupando a rola dele e a boceta dela cheia de porra, nossa que delicia, esta brincadeira acabou na cama, ele começou querendo meter no cu dela, ela resistiu mais não aguentou acabou sedendo gemeu muito mais entro tudinho, ele bombava, forte, e ela dizia esta vendo seu corno eu aguentei tudo, a rola do Francisco e grossa tem uns 19 cm, mais a do Andre e mais grossa cabeçuda e tem 22 cm, eu aproveitei a deixa e disse a ela quero ver você aguentar a rola do Andre que e maior do esta, ela me respondeu eu vou aguentar vou dar gostoso para ele, você vai ver tudo lá dentro, nossa na hora eu gozei, e pensei pó o Andre poderia estar aqui agora, mais o Francisco estava judiando dela legal, eu seu que metemos ate umas duas da manha, ela desmaiou eu aproveitei que o Francisco ainda estava a fim dei uma chupadinha e deixei ele meter em mim ela dormindo, eu chupando a boceta dela de quatro e ele comendo o meu cu, nossa que sensação maravilhosa, só mesmo quem gosta vai entender.
Acabamos dormindo, todos juntos, eu acordei antes pensei será que minha mulher sem o efeito do álcool iria se aborrecer, ela peladinha ainda com o cheiro de porra, comecei a chupar ela bem devagarinho, ela acordou, viu o Francisco pelado ao lado dela, pensei que ela iria levantar-se e sair fora, que nada se virou e abocanhou a rola dele chupou ela todinha ate ficar um tora, ela ainda não havia chupado, ele fez ela cavalgar na rola dele meteu com ela de todas as maneiras, fez ela gozar mais umas três veze, e fez ela sentar na rola dele mais com a rola na bunda, ela meteu a rola todinha na bunda, nossa que delicia, ai na transação ela me disse amor eu vou fazer isso na rola do Andre, vou sentar nela todinha, e rebolava na rola do Francisco, ai gozamos, fomos tomar banho, como estava muito calor e para não molhar o banheiro resolvemos tomar banho no chuveiro de fora, ao ar puro, e no banho o Francisco meteu de novo no cu dela, de pé mesmo, quando foi gozar ele tirou fora e gozou na minha boca, nossa encheu minha boca todinha de porra, nem liguei que saiu do cu dela, acabei engolindo tudinho que delicia, foi um final de semana maravilhoso, viemos embora e no caminho ela me perguntou quando que iria meter com o Andre, e me agradeceu pelo prazer proporcionado a ela neste final de semana que ela nunca havia gozado tanto assim, que estava toda dolorida mais maravilhada, e dizia amor eu te amo, hoje vivemos uma vida melhor, na próxima vez eu conto como foi com o Andre.