Não resisti e enrabei a trans



Click to Download this video!

Sou hétero e 100% ativo. Totalmente macho. Aconteceu uma coisa comigo que vou te contar: foi em 2000, eu tinha 22 pra 23 anos. Eu cortava cabelo com um trans, na casa dela. Ela era loira, de boa aparência, muito bonita por sinal. Mas eu ñ tinha vontade de ter nada, ela que se insinuava, sempre que me recebia, colocava camisola pra aparecer sensual e tentar me seduzir. Digo isso pq quando eu a chamava estava com outra roupa mais simples de malha e trocava pra me atender assim. Certa vez, eu fui lá cortar como de costume, mas eu estava num daqueles dias precisando muito fuder, pegando fogo e nisso comecei a reparar nela coisas que antes eu ignorava. Ela estava de camisola cortando meus cabelos e roçava os seios em mim. Falava de algumas aventuras sexuais dela rindo de forma depravada e eu comecei a ficar excitado espontaneamente e sem conseguir me controlar. Eu estava de short fininho de jogar bola, sem cueca e sem camisa, o que dificultou toda possibilidade de disfarçar. Claro que ela percebeu, pois quando sentia que ficaria de pau duro eu tentava colocar a mão pra disfarçar. Acabou o corte, eu tentando relaxar, paguei. Ela apertou meu pau que estava à meia bomba e pediu pra chupar. Eu falei “que isso” tentando disfarçar, mas meu pau respondeu ao aperto dela e ficou duro imediatamente. Ela, muito safada e uma puta deliciosa, insistiu e eu nem falei mais nada, só consegui colocar ele pra fora pra ela mamar. Ela se ajoelhou e começou a chupar minha piroca e o tesão pela situação nova que eu não esperava passar era uma sensação maravilhosa. Eu só olhava ela ajoelhada submissa chupando meu piru punhetando ao mesmo tempo. Depois ia engolindo ele todo, parava e lambia ele até o saco, me deixando tarado de tesão. Ela sabia que estava me deixando assim e judiava da minha pica. Depois de um tempo ela parou e pediu pra eu colocar a camisinha e fuder ela. Nem preciso dizer que dei continuidade. Coloquei a camisinha, ela já de pé virou de costas apoiando na parede empinou a bunda ficando na ponta dos pés, numa posição muito sexy. Com uma das mãos pegou minha pica e puxando ao encontro do seu buraquinho cheia de vontade de ser enrabada por mim. Quando meu pau encontrou seu cuzinho só tive o extinto de ir empurrando naquele buraquinho quente que me proporcionava um tesão indescritível e empurrei aos poucos meu pau todo dentro do seu cuzinho. Depois de fuder gostoso por alguns minutos gozei gostoso numa experiência marcante. Retornei pra cortar o cabelo depois e repetimos tudo em menos de 1 mês. Depois disso preferi parar pq eu tinha uma namorada e até passei a cortar o cabelo em outro lugar. Mas sonhei com uma experiência parecida muito excitante há uns meses que me fez ter vontade de repetir isso. Desejo enrabar trans ou cdzinha submissa, pequena, branquinha e realmente bonita. Sou moreno claro, boa pinta, malho, 1,75m, 85kg, piroca m grossa 16 cm.
[email protected]