Vacilamos e estupraram minha esposa



Click to Download this video!

Meu nome é Roberto tenho 32 anos olhos verdes, pele clara, minha esposa se chama Lucia tem 25 anos, ela é branca olhos azuis é alta peitos volumosos bumbum maravilhoso estilo de mulata. bem vamos a fato ocorrido.
Entre eu e minha esposa em quatro paredes, valia de tudo que se possa imaginar entre um casal, começamos a usar pepinos, cenouras frasco de desodorante e por ultimo é claro vibradores de diversos tamanhos, certo dia eu e ela viajamos para porto seguro para curtir o Carnaval, chegando lá foi maravilhoso curtimos muito os primeiros três dias no quarto dia ela me pediu para leva-la para um motel que já estava ficando chato transar na pousada onde nos estávamos hospedado.
Eu aceitei pois um pedido da minha esposa é quase uma ordem, só que no meio do caminho eu parei o carro para urinar, que ficava perto de uma praia, quando eu entrei no carro ela me propôs, “amor que tal você apagar os faróis e nós irmos para praia, pois, me passou a idéia de nos fazemos algo diferente que é transar ao ar livre e de preferência no capo do nosso carro”, eu achei meio arriscado falei para ela pode ser perigoso amor nos não conhecemos direito esta cidade e pode acontecer algo que possa nos colocar em risco, ela me respondeu:
__Poxa amor estar escuro não estamos vendo ninguém por aqui e eu estou louca para transar hoje aqui na praia, eu fiquei meio receoso mais o tesão falou mais alto, desliguei os faróis e adentrei na escuridão da areia da praia, saímos e começamos a nos acariciar eu coloquei logo os seios de minha safada para fora e comecei a mamar feito um bebe recém nascido, e fui tirando aos poucos a sua roupa quando ela estava peladinha eu a coloquei para chupar o meu cacete pois modéstia a parte tudo dela é demais mais a chupeta que ela faz em minha pica é coisa de louco.
Depois de uns 5 minutos ela fazendo um boquete em mim eu a peguei e a coloquei no capo do meu carro e fui metendo devagar curtindo cada segundo daquela sensação maravilhosa que é estar transando com um espetáculo de mulher e estar transando ao ar livre, nisso eu esqueci completamente do perigo que nos poderíamos estar correndo naquele momento, pois estávamos em um lugar deserto, cidade de certa maneira desconhecida eu naquele momento já não mim importava com mais nada so queria meter e comer a minha gostosa, nisso eu e nem ela percebemos a aproximação de três delinqüentes, quando percebemos já era tarde, um dos marginais já estava com a arma apontada para minha cabeça e disse.

__ Isto é um assalto, nós não queremos fazer mal algum a vocês, passe todo os pertences.

Eu fiquei estático, sem ação nenhuma até o meu cacete amoleceu na hora, a minha esposa começou a chorar e a pedir para que eles não nos machucassem, o segundo ladrão entrou no carro e começou a surripiar os os pertences de valores, mais para o meu azar os pertences que tinha no veiculo eles acharam insuficiente e ameaçaram matar a nos dois se eu não providenciasse pelo menos mil reais, o que parecia ser o chefe falou.

__ É o seguinte cara pegue a porra do seu carro e vai com o meu parceiro agora mesmo arranjar este dinheiro se não a sua mulherzinha vai virar comida de peixe.

Eu respondi: __ calma eu vou arranjar o dinheiro que vocês estão pedindo mais por favor não machuquem a minha esposa.

Entrei no carro junto com o ladrão que parecia ser o mais novo do grupo. fui na pousada acompanhado por ele chegando la peguei na minha mochila todo o dinheiro que eu tinha e entreguei para o ladrão, saímos da pousada e voltamos para a praia, o tempo demorado foi mais ou menos vinte minutos em nos ir na pousada e voltamos pra a praia, quando nos aproximamos a onde estava os dois bandidos e a minha esposa eu ouvir um deles falar, vai puta chupa direito esta pica se não você vai apanhar sua cachorra, meu coração disparou na hora, pois com certeza estava havendo o que eu mais temia, estavam estuprando a minha esposa pensei em correr e tentar proteger a minha amada, mas não era possível o bandido que estava comigo engatilhou o seu revolver e disse, “calma ai cara você quer morrer”.

Quando eu cheguei perto pela luz da lua cheia eu pude assistir o que estava acontecendo o que parecia ser o chefe, estava com uma arma na cabeça dela e com a pica na boca de minha esposa e o outro estava em cima dela metendo sem dó e sem piedade eu comecei a tentar dialogar com os bandidos e falei:

__ Vocês disseram que não iriam nos fazer mal e estão machucando a minha esposa.

__ Qual é seu corno, se isso é machucar, você não deve saber comer a sua putinha direito, agora cala a boca que eu quero gozar gostoso na boca dessa sua puta.

Não demorou e ele gozou na boca de minha esposa, quando ela fez menção de cuspir ele a ameaçou e mandou ela engolir todo o esperma ela engoliu mesmo tendo ânsia de vomito, mas teve que engolir, o outro também gozou e disse:

Cara que mulher gostosa você tem, toda as vezes que você vier curtir aqui em porto seguro visite esta praia pois com certeza eu e meus amigos estaremos aqui para metemos nesta safada.

Eu achei que tinha acabado, que já não haveria mais nada de ruim para acontecer, engano meu o chefe do grupo falou você já meteu parceiro agora falta eu e meu nosso amigo que foi com o babaca buscar nossa grana, minha esposa já não tinha mais lagrimas e eu já estava entregue, pois não tinha visto nenhuma saída daquela enrascada
O chefe do grupo pegou a minha esposa colocou ela de quatro e nem avisou a onde iria meter e socou na bunda da minha esposa que deu um grito alto, ele ficou metendo e ela chorando quanto mais ela tentava fugir das investida do bandido mais ele a puchava e metia com força o mais jovem já estava de pica dura alisando e esperando a ordem do chefe e outro é claro estava mim rendendo com a arma.
O chefe do bando mandou o jovem se sentar e minha esposa sentar em cima de sua pica ela relutou mais não houve jeito ela foi sentando divagar ate não sobrar nenhum pedaço de cacete para fora, ai o chefe do grupo foi e começou a meter de novo no cuzinho da minha esposa ela estava com duas picas dentro dela nunca pensei que isso pudesse acontecer mas estava acontecendo, eles começaram a meter devagar, mas depois começaram a acelerar eu não sei se foi imaginação minha mas eu comecei a ouvir gemidos de minha esposa como se estivesse gostando de estar sendo comida por duas picas ao mesmo tempo, não infelizmente era gemido dela mesmo, pois o bandido que estava me rendendo disse:

__ Estar vendo ai cara a sua esposinha gemendo igual a uma puta nas picas dos meus parceiros. Eu já estava humilhado e com isso fiquei pior de tudo que se possa imaginar, eles ficaram nesta meteção por uns vinte minutos gozaram dentro dela um é claro no cu e outro na buceta e eu de cabaça baixa, pois não tinha mais o que fazer eles saíram de cima dela e o chefe disse:

Pois é cara valeu pelo dinheiro e pela diversão que sua putinha patrocinou para nos, agora pegue sua esposa e suma daqui e nada aconteceu esqueça da gente se não da próxima vez nem você e nem ela saíram vivos.

Eles saíram dando risadas e eu caminhei ate onde estava minha esposa estendi a minha mão e a levantei, ela estava chorando eu a abracei e a levei para a água da praia dei banho nela isso sem eu nem ela dizer qualquer palavra fomos por carro ai eu tive que quebrar o silêncio, me diga amor eu não vou ficar com raiva, você sentiu prazer no que acabou de acontecer, ela olhou para mim com os olhos cheio de lagrimas e disse:
__Desculpe amor, nunca passei por isso que aconteceu hoje nenhuma mulher resistiria, eu tentei não sentir prazer mais não foi possível são duas sensações ao mesmo tempo quando se tem dois homens ao mesmo tempo.

Ela baixou a cabeça e eu estava zangado mais entendi que não foi culpa dela, beijei ela e disse:

__Vamos tentar esquecer e amanhã cedo nos iremos embora.

Caros leitores eu tento esquecer mais eu não consigo, e sei que quando eu estou transando com ela, com certeza ela pensa com prazer naquele dia.Abraços!