Dominado pelo gigante



Click to Download this video!

Oi sou Dionizio tenho 19 anos 1,74 e 64 kilos, branco depilado e de boa aparência.
fui dominado por um cara enorme, ele tinha 2,00 metros de altura, e tinha um corpo muito gostoso, deveria pesar uns 135 quilos.
sempre tive o fetiche de ser arrombado por um cara grande bem grande mesmo, e finalmente realizei meu sonho, conheci na sala de bate-papo Gustaf, um gringo muito gostoso ele era bem branco, cabelos claros e olhos claros, tinha 36 anos, e estava com um físico incrível, mas fiquei muito mais excitado pela altura do bofe, nunca tinha dado pra caras muito altos e grandes e minha maior fantasia era um cara bem grande e dominador, a gente marcou num motel e fomos, chegando lá, a gente já deu aquele beijaço de língua, eu tinha feito aquela chuca, levado brinquedinhos, géis, lubrificantes e oleozinhos, assim que ele chegou me beijou, me agarrei nele, ficando com as pernas encaixadas nas costas dele, nunca senti tanto tesão em minha vida, ter ao que eu mais queria, ele tirou toda sua roupa e a minha me pegou no colo e colocou com a bunda empinada e o meu cuzão rosa exposto, fez um beijo grego mais intenso e prazeroso da minha vida e gozei em poucos minutos, ele me virou e lambeu toda a minha porra, seu cacete que deveria ter pelo menos uns 24 cm e muito grosso, bem rosado e a cabeçorra rosinha e com pouquíssimos pelos, virou ele na minha cara e mandou eu chupar, chupei tanto e bebi muito liquido de pica, depois ele me catou de novo e me encaixou no pau dele, cavalguei demais naquela delícia, enquanto eu cavalgava ele me beijava tão intensamente que eu gemia igual uma cadela no cio, e acabei gozando pela segunda vez, nossa como foi bom essa foda, sem dúvidas a melhor que tive na vida inteira, depois ele tirou o pau da minha bunda e gozou na minha boca, e eu engoli tudinho a porra daquele escandinavo gostoso, depois a gente foi pra banheira fiquei sentado na frente dele e ele beijando meu pescoço, aquele sotaque fofo, me deixava mais excitado ainda, aí eu pedi pra ele chupar minha pica e ele chupou até que eu gozei na boca dele e ele engoliu de novo meu leitinho que dessa vez estava bem fininho e aguadinho já, amanhecemos no motel saindo de lá 6:20 da manhã, voltei pra casa todo esfolado, ardido, porém com aquele sorrisão no rosto, marquei mais vezes como ele, mas depois acabei me apaixonando, e decidi me afastar pois sabia que eu ia sofrer, já que o bofe era casado héteronormativamente e tinha uma filha pequena, mas enfim, a foda foi a melhor que tive em toda minha vida de todos os tempos, até hoje me masturbo pensando nele…