Um pouco de mim (continua)…



Click to this video!

Olá, tenho 20 anos moro numa cidade da costa verde do Rio de janeiro .Ano passado eu vivi uma situação clichê mas que me proporcionou excelentes aventuras sexuais, eu tinha 19 anos porem eu aparento ter 15 anos, eu estava solteiro e cansado de ser solteiro mas queria uma garota e aquela velha história da friendzone, ou não porque eu até ficava com ela, mas ela era daqueles tipos de garota que se decepcionou com alguém que não fudeu ela gostoso e fudeu a vida dela e achava que o próximo faria o mesmo, como esse próximo era eu então eu não tive oportunidade, e por ser um rapaz de 20 anos e aparencia de 15, só mesmo quem tem intimidade conhece meu apetite sexual, eu sempre desde meus 6 anos de idade sempre vi muita coisa sobre sexo, filmes ainda em fitas, revistas, até canais que mostravam apenas seios fartos me deixavam loucos, eu era muito novo e já tinha muita vontade de ser realizado sexualmente, com meus 8 anos tive minha primeira experiência com uma prima, e com 10 com uma tia, com 12 anos primeiras namoradinhas e meu namoro não era de mandar cartinha igual aos outros da minha idade, eu queria namorar pelado e poucas garotas gostavam disso, queriam mesmo o romantismo e aquela velha coisa da conquista porque sempre existiu o machismo de que garota direita namora em casa na frente dos pais e só perde a virgindade depois que casa, então as meninas que queriam sexo assim como eu, eram as mais tímidas, as mais desprovidas de beleza porém por trás da roupa e da beleza eu não ligava pois eu sabia que queria meter meu pau em algum lugar, tive meu primeiro sexo com 12 pra 13 anos e foi ae que percebi que não só se recebe prazer, também tem que dar o prazer, foi ae que comecei a virar homem de verdade porem muito cedo, e cada dia meu apetite sexual aumentava, eu via atração em coisas inocentes, eu me imaginava fazendo sexo com qualquer pessoa em qualquer lugar, quando eu não estava jogando bola eu estava atrás de mulher ou pensando em sexo, dos meus 13 aos 18 anos tive muitas experiências, coisas novas e boas, sou hétero hoje tenho 20 anos e tenho namorada, mas ano passado eu namorava com Larissa, vou resumir ..Eu era muito mulherengo por ter um apetite sexual muito grande por experiencias de vida, porém eu queria namorar e a garota que eu gostava tinha medo de namorar cmg, acabou que eu tive um relacionamento clichê e forçado com Larissa, tudo começou no dia 26 de fevereiro de 2015 quando comecei a ficar com ela, uma menina linda, loira, coxas grossa, bunda durinha e arredondada(sou tarado em bumbum durinho), cinturinha fina do jeito que gosto, mas tinha um problema, Larissa tinha 12 anos de idade eu eu 18, não me importei com a idade afinal era um relacionamento forçado porem ela gostava de mim e não eu dela, mas ela era gostosa e chamava atenção até dos mais velhos toda a rapaziada aqui da região era doido pra levar ela pra ”treta” e fuder pra caralho, porque ela era do tipo santinha que se soltava com os amigos, por fim pra resumi passou 6 meses e estavamos namorando com a bença de seus pais, em casa, inocentes achando que eu com essa cara de mlk não faria nada de mais com sua filha, não deu outra 2°semana de namoro sair com ela e os pais dela, conhenci melhor meu sogro e por eu ser Vascaíno e ele flamerdista, fizemos uma aposta de quem bebia mais, ele não aguentou mais e usou a desculpa que tinha que dirigir, fomos pra casa deles já bebados, ele chegou e já subiu para o quarto com minha sogra e me deixou as sós pela primeira vez na sala com minha ninfetinha, Larissa me chama no seu quarto que quer trocar de roupa, seu quarto é ao lado de seus pais, ela começa a se trocar e quando vejo seu corpo nu pela primeira vez, fiquei tão exitado que não teve como não disfarçar ela ficou com vergonha e pediu para que eu esperasse no corredor, meu pau estava tão duro que estava latejando e dolorido, coloquei pra fora da calça e comecei a fazer carinho na cabeça pra aliviar, porém comecei a pensar nela nua e ficava mais duro, quando abri os olhos me deparo com minha sogrinha me olhando concentrada e boquiaberta olhando pro meu pau, eu vi agua na boca dela e a vontade de me chupar nos olhos, com vergonha rapidamente coloquei pra dentro da calça e entrei no quarto de novo, ela passou me olhando de rabo de olho e foi pro banheiro, voltei pra sala com Larissa e ali foi a noite que a ensinei a me chupar, ela era muito fresca e tinha nojinho, porem a desafiei e a encorajei me chupar, pois todos os dias eu já a chupava e ela nunca fazia o mesmo por mim, ela começou beijando bem ele todo, muito inocente com suas mãos apalpava enquanto só a cabeça do meu pau cabia em sua boca, aos poucos ela ia colocando mais e mais na boca, quando percebeu tinha enfiado 17cm de pau goela abaixo o, gozei litros de porra branca pois estava a muito tempo sem sexo por ela ser virgem e querer um tempo pra pensar em perder a virgindade com 12 aninhos, com o passar do tempo fui mostrando coisas pra minha namoradinha, deitava na cama e mostrava Gif’s e videos de sexo, de oral, anal, dupla penetração, suruba, mostrava todo tipo de coisa do ramo de orgia e ela se sentia animada, tão novinha com uma corpo de uma garota de 18 anos, ficava molhada só de chegar perto de seu pescoço .Pois bem, passado mais um mês de namoro ficamos pela primeira vez as sós em casa era a oportunidade que eu queria pra fuder aquela bocetinha, já umas 2 da madruga fui trocando de canal sabendo que chegaria no sexhot, quando achei o canal ela estava de cara pra tela bem na hora que uma ruiva cavalgava em um pauzudo e chupava outra, rapidamente ela se deitou comigo no sofá, eu como sou tarado em bumbum já tiro o short dela e uso a desculpa de quero massagea-la enquanto assisti, ela se deitou de bumbum pra cima e eu fui puxando o short aos pouco vendo aquela linda bundinha queimada de sol com marquinha de bikini, uma calcinha vermelha de renda e seus pelinhos loiros do bumbum arrepiado, (bumbum queimadinho de praia com os pelos loiros me deixam completamente exitado só de ver ) esqueço completamento a massagem não resisto, tiro sua calcinha e começo lamber suas costas de forma que ela possa sentir todo o calor do meu corpo encostando no dela, tiro minha roupa e termino de tirar a dela, deito em cima de seu corpo com o pau duro igual pedra só encostando nos lábios de sua bucetinha, quente, molhada e apertada, ela se vira com a cara de safada mais gostosa que eu já a vi fazer, ela me pegou de um forma que eu nunca tinha visto me olhou nos olhos e disse ”não quero ficar de quatro porque eu sei que vai doer, quero sentar nesse pau gostoso pra doer de uma vez só ” dito e feito, ela mesmo me deitou ficou em cima de mim segurou meu pau com as duas mãos chupou e punhetou até ficar duro e latejando chupou até que ele ficasse bem escorregadio pincelou na boceta quando encaixou ela sentou de uma vez e gemeu de dor e prazer ao mesmo tempo, ficou um pouco lenta no começo estava tudo escuro e ela não viu sangue então continuou rapidamente a dor que ela estava sentindo virou só prazer e ela começou a sentar no meu pau muito rapido parecia profissional do sexo, sentava e rebolava, sentava até entrar tudo e eu senti ela esfregar a boceta no meu pau, ela gozou e me fez gozar muito gostoso pois eu estava a muito tempo sem transar por esperar ela, porem eu tenho um apetite sexual muito grande e ela achou que eu não queria mais, ficou surpresa quando viu eu me retorcer de prazer e gozar e mesmo assim meu pau continuar duro, eu disse que queria mais, ela viu um pouco de sangue no lençol e na boceta dela, me olhou e disse ”foi mais gostoso que colica e saiu menos sangue que mestruação kkk” ficamos rindo e nos olhando nús pela primeira vez enquanto ela me masturbava e eu chupava seus lindo peitinhos que cabia na minha mão certinho durinho e muitos gostosos de chupar, fomos para o banheiro nos lavar e não teve jeito minha vontade de querer aquele corpo gostoso não passava eu só me imaginava fazendo todo tipo de orgia com ela, eu não estava vendo ela como namorada pois era uma namoro forçado por mim por atração fisica mas eu queria fazer muito sexo com ela então aceitava qualquer coisa pra poder fuder aquela bocetinha gostosa, no banho ficamos nos beijando quando pedi pra ela me chupar mais, ela sem pensar caiu de boca, fiquei massagenado seu grelinho e senti que ele queria outra visita da minha lingua, comcei a chupala e quando vi ela gozar apenas com poucas linguadas não aguentei dentro do box do banheiro nunca fizemos tanto barulho, comecei enfiando o pau bem de vagar em sua bocetinha quente e molhada ouvindo ela gemer falando ”enfia mais amor” comecei enfiar tudo e tirar conforme eu tirava e colocava ela gemia e começou a pedir mais rapido e com mais força, percebi que ela já aguentaria então, comecei a fuder sua bucetinha sem pena, com gosto força e jeito segurei com a mão esquerda em sua nunca e com a direita forcei as costas dela pra baixo, obrigando a ficar bem empinadinha, a velocidade só aumentava enquanto aquele barulho ecoava dentro do banheiro ela gritava e gemia, e cada gemido era uma vontade a mais de jogar leite dentro daquela boceta gostosa, ela gozou novamente eu quase gozando pensei rapido e entrei na mente dela e disse ”posso gozar dentro do seu cuzinho?” (juro que não aguentei ver aquela bunda gostosa e aquele cuzinho me olhando e piscando pedindo pau) ela no auge do prazer disse sim 3 vezes, passei a lingua bem molhada e quente em seu cuzinho passei a cabeça rodeando o cuzinho dela, peguei um pouco de sabonete liquido que estava ao alcance lambuzei aquela bunda toda e o cuzinho, mirei bem e enfiei de uma vez, ela gritou, e começou a gemer pedindo pra parar, me empurrava com as mãos pra não enfiar o pau nela, mas já era tarde já tinha entrado toda a cabeça, meu pau não tem ombro, segurei seus braços com apenas uma mão e com a outra fiquei massageando seu grelinho ela pedia pra eu tirar o pau do cuzinho dela, e cada vez que ela pedia gemendo pra parar eu so sentia mais vontade de enfiar, quando gozei dentro daquele cuzinho ela tremeu, vi o corpo toda dela se arrepiar e as perninhas da baixinha tremer kkk, foi maravilhoso ver aquela cara de safada com prazer, me pedindo tapa na cara foi o melhor cabacinho que tirei .

Falei um pouco de mim e de um relaciomento que tive e ainda tenho muitas outras histórias pra contar com Larissa de suruba com ela e amigos e amigas, até dupla penetração e ela deixar eu fuder ela e a priminha dela na mesma cama, sou grande apreciador do sexo, tudo que envolve sexo e prazer, orgia, putaria, gosto muuuito, sou fã de incesto pois tenhos sobrinhas gostosa e tenho historias pra contar com elas tmb, Sou jovem, de 20 anos que aparenta ter 15, moreno, cabelos médio cacheado, olhos castanhos, gosto rap, samba, funk, punk, boom bap, trap, hip hop é o som que eu mais gosto escrevo algumas letras e poesias sou timido e safado, gosto de beber, fumo um baseadin, danço forró, samba, pagode, funk, sertanejo, passinho, eletro sei ser bom e ruim, quente e frio, dizem que sou bem maquiavélico sou quieto, masi quando mexem comigo atraem muito oque me mostram ser sou muito safado, sou cara de pau porém muito sincero, sou um magrin do pau grosso, com grande apetite sexual tenho vontade de provar toda tipo de sexo porem sou hétero mas não sou do tipo machista, sexista, homofóbico nem racista, sou muito mente aberta pra tudo gosto de conversa sobre diversos tipos de coisas, tenho vontade de fazer sexo com pessoas de minha familia e tenho vontade de fazer sexo com pessoas casadas, tenho namorada ela me satisfaz muito a amo e tenho histórias picantes que também posso contar a vocês, tenho muitas histórias com parentes ex e amigos que quero contar pra vocês tudo real que aconteceu em minha vida, quem quiser ler mais algumas coisas comentem, estou sem contato mas se quiserem conversar cmg deixem seus e-mail pois não uso whats ou outras redes sociais, amei esse site e as histórias espero ler mais sobre incesto real e sexo grupal que é oque mais me atrai . Falei um pouco de mim e de uma história se quiserem saber mais, porem agora só das histórias comentem, garanto que não serão boas histórias, que só de lembrar sinto saudade tmj safados e safadas como dizia minha vó ”se ver legal e se juntar geral aqui da pra fazer uma suruba legal ”.