virei uma verdadeira mulher Part. 1



Click to Download this video!

morávamos eu, meus dois irmãos, minha mãe e meu pai em uma casa não muito grande no interior de São Paulo, desde criança eu sempre tive um corpo um pouco diferente dos outros meninos, uma bunda empinada e grande, coxas grossas e roliças puxando para minha mãe, mas nunca havia me vestir como uma mulher de forma alguma, as amigas da minha mãe sempre costumavam fazer comentários como “se esse menino fosse uma garota ele seria muito bonita” confesso que não gostava desses comentários, mas também não ligava muito. Minha família não ganhava muito dinheiro meu pai trabalhava o dia inteiro como garçom e minha mãe trabalhava em casa fazendo os deveres domésticos, quando eu completei 16 anos meus dois irmãos viajaram para estudar e morar na casa de nossos tios, eu sempre vestia roupas folgadas para não marcar o meu corpo por ter pernas grossas e a bunda grande, mas depois que meus irmãos foram embora eu comecei a pensar em como eu ficaria em um short mais apertado, então um dia entrei no quarto da minha mãe e peguei um dos shorts dela já que a minha mãe também tinha um corpo muito bonito apesar de ser uma mulher mais velha, depois voltei correndo para o meu quarto vesti o short e fiquei diante do espelho me admirando, realmente era incrível a semelhança entre mim e uma mulher, desse dia em diante toda vez que a minha mãe saia de casa eu aproveitava para me vestir com as roupas dela até que um dia aconteceu algo que eu não esperava, minha mãe ia sair para fazer compras e me pediu para limpar a a casa já que ela iria demorar pois o mercado fica longe da nossa casa, depois que ela saiu fui em seu quarto e vesti uma calça leg preta e uma blusinha azul e fui limpar a casa, estava varrendo a sala quando não percebi a porta se abrindo e um homem que ate então eu nunca tinha visto antes entrou pela porta, era branco mais ou menos 1,78 de altura forte, certamente praticava musculação, aparentava ter 40 anos, ele parou diante de mim e perguntou.
– Onde esta a senhora Cleide? (esse e o nome da minha mãe), por um instante fiquei sem ação eu estava vestido como uma mulher diante de um homem que procurava minha mãe, então respondi.
– Ela saiu, foi fazer compras em que posso ajuda-lo?
– você e o filho mais novo do Carlos? (esse é o nome do meu pai)
– sim me chamo Daniel
O homem se sentou em uma cadeira que estava atras dele e disse:
– Sou o chefe do seu pai! me chamo Roberto, você tem um corpo muito bonito Daniel!
Nessa hora estremeci meu corpo, e acabei me desesperando!
– Por favor senhor Roberto não conte nada aos meus pais, por favor eu faço o que você quiser! eu prometo!
depois de dizer essas palavras o olhar no rosto de Roberto mudou.
– Se ajoelha! Ele ordenou! fiquei com medo mais fiz o que ele mandou.
ele puxou o zíper da calça e tirou a alguns centímetros do meu rosto sua rola, era grossa devia ter entre 18 e 19 centímetros, fiquei surpreso com a grossura, ele olhou pra mim e disse.
– chupe bem gostoso! ou então seus pais vão saber o que você faz quando eles saem de casa!
estava com medo, comecei chegando mais perto e passei a língua na cabeça, estava muito dura, fui beijando a cabecinha até que ele pegou meus cabelos que eram maiores em cima e puxou em direção ao seu pau, então acabei engolindo aquela rola grossa e dura, comecei a gostar e quando dei por mim já estava como uma verdadeira puta chupando e lambendo, a rola dele babava na minha boca, fui descendo e lambendo a pica inteira ate que ele levou minha boca ate suas bolas, mas logo voltei a abocanhar a cabeçona da pica dele, ele até soutou meu cabelo eu sugava seu pau com muito gosto então depois de alguns minutos ele arrancou o pau da minha boca e jorrou jatos de porra na minha cara! ele puxou novamente minha cabeça e acabei limpando o pau dele, ele se arrumou e disse.
– Vá até a minha casa amanha as 10 da manha, ela fica 8 casas depois do meu restaurante em que seu pai trabalha, não esqueça! e a partir de agora seu nome e Daniela!
Ele virou as costas e foi embora, fechei a porta, corri para o banheiro estava confuso não sabia o que faria, o que ia acontecer comigo, tomei um banho e fiquei pensando no meu quarto no que tinha acontecido e como eu tinha gostado de sentir aquele pau na minha boca o tesão estava a mil, o que estava em meus pensamentos naquele momento era o que iria acontecer no dia seguinte. continua…
quem quiser fotos minhas deixem whats nos comentários!