Os piruzinhos dos meus irmaos



Click to Download this video!

Quem leu meu primeiro conto vai entender melhor esse, meu nome é Aline tenho 15 anos sou bem pequenininha e branquinha, meus peitinhos parece mais dois limonzinhos com os piquinhos rosinhas. Tenho dois irmãos, Pedro 17 anos é lindo parece uma moça e o pior age como se fosse uma, adora um piruzinho assim como eu, Gean dois anos mais novo que eu,Gean é menor que eu, e agora descobri que ta doidinho para me comer .
No primeiro conto eu contei como descobrir que o Gean estava sentindo tesão por mim e contei também como ficava provocando o Pedro para pelo menos me da umas passadinha de mão, porque eu sou muito doída por um piruzinho, mas nunca vi um.
Num dia muito quente estávamos indo para um cachoeira, no carro estava meu pai e minha mãe na frente e nos três atrás, como tinha muitas coisas no carro e o Pedro viadinho não me queria no colinho dele eu fui no colo do Geam com a sainha levantada so sentindo o piruzinho durinho na bundinha e ele aproveitando e me alisando, até que o Pedro falou no meu ouvido tirando a mão do Gean que nessa altura já estava na minha bucetinha por cima da calcinha é claro, calma Aline, na cachoeira ele come sua bucetinha e minha bundinha se não eu conto, com isso eu fiquei sem a mão dele na bucetinha mas sentindo o pauzinho dele durinho na minha bundinha, minha mãe nem desconfiava que o filinho dela estava dando um sarro na bundinha da filinha dela com a aprovação do filho mas velho.
Chegando na cachoeira eu já estava toda meladinha e o pauzinho do Gean continuava durinho, na hora de descer do carro o Pedro passou a mão no piruzinho do Gean e olhou para mim e deu um sorriso. Mas infelizmente a cachoeira estava lotada seria quase impossível aproveitar aquele pauzinho que estava me deixando até tonta de tanta vontade de ver, mas o Pedro safado disse: essa água que desce da serra é meio amarelada e com a cor das pedras por baixo não da para ver nada pode até nadar pelado se quiser, eu ainda falei é bom mesmo porque com esse biquíni pequenininho eu fico um pouco com vergonha e já fui tirando a sainha, mas com tanta gente ninguém nem olhou para minha bundinha pequena e branca, mas o viadinho do Pedro me deu um tapinha na minha bunda na frente da minha mãe e ela nem ligou, acho que ela acha que eu sou muito criança e ainda não gosto de um pau. Eu olhei para o pauzinho do Gean e vi que estava durinho mas não fazia muito volume por ser pequeno. Meu pai e minha mãe ficaram sentados numa sombra distante da água e eu e os meninos corremos par água que realmente estava bem escura o que deu asa a minha imaginação. Mal entramos na água o Gean já começou a encostar em mim meio sem jeito com medo de eu não gostar, o Pedro nos chamou par subir em umas pedras por que atrás tinha uns poços e tinha menos gente, quando eu sai da água a parte de cima do meu biquíni chegou para ola e meu peitinho ficou de fora deve uns rapazes que firam mas nem ligaram acharam que eu era criança,mas o Gean viu e ficou olhando eu deixei assim por uns dois minutos fingindo que não tinha visto. Quando chegamos atrás das pedras tinha um poço e só tinha umas duas meninas pequena e um menino, e o Pedro falou no meu ouvido aproveita aqui para apagar esse fogo da bundinha e faz o Gean gozar que depois eu quero o pau dele também e me deu a maior passada de mão na bundinha na frente do Gean e das crianças que ficaram rindo, isso foi o sinal verde para o Gean, entramos na água eu e o gean o Pedro ficou sentado na beirada,eu como não sei nadar fiquei encostada em uma pedra olhando o pessoal lá em baixo e La de baixo só dava para ver menos da metade de nosso corpos, logo o Gean encosto em mim, eu olhei para trás e dei um sorriso, ele começou a brincar e encostando na minha bundinha eu passei a Mao para trás e encostei no pintinho dele, ele pois a mão na minha Cintura e forçou um pouquinho, o Pedro não tirava os olhos de nossa safadezas, eu abaixei dentro dagua e tirei um peitinho pra fora fingindo que tinha saindo sozinho, deve uma das meninas que estava brincando no poço que ficou olhando, o meu irmão pegou o piquinho do meu peitinho e ficou apertando e com a outra mão ele passava na minha bunda, eu abri as pernas e ele alisava minha perereca, eu comecei a pegar no piruzinho dele que era realmente pequeno mas muito gostoso, nisso ele pois o pauzinho para fora e começou a passar na minha bunda,como a água estava escura ninguém via, só a menina que ficou olhando ele apertar os piquinhos do meu peitinho, o safado chegou minha calcinha para o lado e começou a encostar o piruzinho no meio da minha bunda,estava muito gostoso ele abriu minha bundinha com as mão e encostou o pau no meu cuzinho eu olhei para os lados e vi o Pedro passando a mão no pau dele e no outro La do a menina chegou mais perto e ficou olhando mas ela so via eu com o peitinho de fora e o Gean encostado atrás, mas ela não sabia que ele estava quase conseguindo enfiar no meu cuzinho, eu senti um pouquinho de dor mas foi muito pouco, me drobei sobe a pedra para facilitar para ele, já estava todinho dentro, era bem pegueno mas estava gostoso ele começou a tirar e por isso com a mão na minha bucetinha eu gozei loucamente sem me importar se tinha gente vendo ou não,logo ele gozou e tirou de dentro de mim, isso aconteceu muito rápido, assim que eu arrumei meu biquíni meu pai apareceu para nos irmos embora porque o tempo estava virando para chuva e a estrada era ruim, Gean saiu primeiro e o Pedro deve que me ajudar a sair porque minhas pernas estavam moles, a menina que deveria ter uns 10 anos chegou perto de mim e perguntou : ele te comeu,eu so balancei a cabeça afirmando ela deu um sorriso.O Pedro foi abraçado comigo e pergunto se era gostoso dar a bundinha,eu disse que era muito gostoso e so para encher ele eu perguntei se ele queria me comer também, e para minha surpresa ele disse quem sabe a gente não pode brincar de trenzinho basta você convencer o Gean