Sabrina safadinha



Click to Download this video!

Meu nome é Sabrina e tenho 15 anos, sou loira, magrinha, seios médios e uma bundinha redondinha, eu ainda sou virgem. Meus pais são muito protetores e não me deixam sair para lugar nenhum, apenas de casa pra escola e da escola pra casa, e as vezes eles deixam eu ir pra casa da minha melhor amiga a Sara. Eu estou namorando com um carinha lá da escola, o Ronaldo, ele é mais velho que eu um ano. Meus pais deixaram eu namorar, mas apenas dentro de casa, a gente só conversava e se beijava, as vezes ele até me tocava, mas não passava disso.
Em uma sexta feira a tarde eu disse aos meus pais que ia dormir na casa da Sara, eles concordaram e então quando foi no sábado de manhã arrumei minha mochila e fui. Chegei na casa da Sara e lá estava ela e meu namorado me esperando.

– Então Sabrina, eles deixaram?.
– Deixaram sim.
– Mas que ótimo meu amor.

Ronaldo me abraçou e me deu um beijo de língua bem gostoso. Dei um abraço na Sara e então subi na moto do Ronaldo e então falei no ouvido dele…

– Onde vamos passar o dia?.
– No sítio do meu tio.

Ele ligou a moto e nos fomos…
O sítio era muito bonito e grande, a casa nem se fala, muito linda, o tio dele estava viajando, então o sítio era todo nosso. Vesti uma blusinha de alça, verde escura, e um shortinho jeans curto. Passamos a manhã toda vendo filmes e se beijando, quando a tarde chegou nois dois fomos para o rio, eu fui com a roupa que estava mesmo.
Quando chegamos lá o Ronaldo foi logo ficando de sunga e pulando no rio, eu sentei na areia e fiquei vendo ele nadando. Depois de ums 2 minutos nadando, ele saiu da aqua todo molhado, dava pra ver a marca do pau dele na sunga que era branca, ele viu que eu estava olhando é deu um sorriso.

– Amor só tá agente aqui, fica mais avontade, tira o short.
– Tabom amor.

Me levantei e tirei meu short ficando só de causinha, minha causinha era bem rosinha e pequena. Ronaldo deitou do meu lado, dava pra perceber que o pau dele tava duro.

– Nossa amor você tá bem animadinho
– Ele tá duro assim de ver você só de causinha, posso te pedir uma coisa?.
– Claro que pode meu amor.
– Faz uma massagem nele.
– Mas aqui?, pode chegar alguém.
– Não, não tem ninguém nesse sítio, só nois dois.
– Tabom mas não conte isso a ninguém.

Botei minha mão na coxa dele e fui subindo até chegar no pau, nossa eu passava a mão nele bem de leve e sentia ele crescer ainda mais, meu namorado fechava os olhos e curtia aquela sensação. Começei a sentir minha buceta molhar, então foi aí que eu pegei o elástico da sunga e puxei, o pau dele pulou pra fora, nossa era a primeira vez que eu estava vendo um pau tão grande e grosso, enquanto eu admirava o pau dele, Ronaldo foi tirando a sunga e ficando nu na minha frente.

– Vai amor chupa, eu sei que você quer.

Agarei o pau dele e dei um beijo na cabeça e então comecei a passar a língua. Enquanto eu beijava e dava lambidas na cabeça do casete dele eu olhava pra ele com um olhar de safada, e ele acariciava meus cabelos.

– Isso meu amor, sua boca é muito macia e deliciosa.

Comecei a botar o pau dele todo na boca, eu botava e tirava e ele empurrava minha cabeça, eu bebia toda a baba que o casete dele soltava. Comecei a sentir o corpo dele tremer, Ronaldo deu ums gemidos.

– Ohohoh eu vou gozar!!!!

Foi aí que o pau dele jorrou muita porra na minha boca, pensei em parar, mas depois que senti o gostinho da porra dele só quis engolir ele toda. Parei de chupar e fiquei deitada com a cabeça na virilha dele, dava pra sentir que ele estava ofegante.

– Nossa amor isso foi demais.
– Seu pau é muito delicioso, Ronaldo você quer ver uma coisa?.
– Quero, mas o que é?.

Fiquei em pé na frente dele e ele ficou me olhando sem entender, olhando pra ele desci minha causinha até o joelho deixando minha buceta visível pra ele, minha buceta tava meio cabeludinha porque eu não tinha me depilado.

– Que buceta linda meu amor.
– Ela é toda sua, vem aqui meu gostoso.

Ele se levantou e eu vi que o pau dele já estava duro de novo, ele começou a me beijar e a passar a mão na minha buceta, nos dois se deitamos na areia e ele ainda me beijava e passava a mão na minha buceta, a mão dele era muito grossa e grande e aquilo me deixava mais louca, ele abriu minha pernas e ficou olhando pra minha buceta arregaçada, ele abriu a boca e começou a chupar, a cada chupada que ele dava eu me estremecia toda de prazer.
Depois de ums 3 minutos me chupando eu já estava gemendo e me contorcendo de prazer, e ele dava lambidas e chupadas fortes sem parar, eu empurrava a cabeça dele com força.

– Ohohoh amor que delícia!! vaiii vaiii!!! não para!!! não para!!!

Eu estava morrendo de tezão, não parava de gemer, eu empurrava a cabeça dele, mordia meus lábios, mas o melhor estava por vir. Ele parou de chupar e ficou por cima de min me beijando na boca, dava pra sentir o pau dele encostado na minha racha, foi aí que ele pegou o pau e guiou até a entrada da minha buceta e começou a força o pau dele até que a cabeça entrou, nossa doeu muito, ele continuava empurrando o casete em min e gemia de dor…

– Você quer que eu pare amor?.
– Não, continua amor!!!!

Já tinha entrado a metade do casete dele em min, o sangue escorria da minha buceta, foi aí que ele empurrou o casete todo com força e eu dei um grito.
Ele abriu mais as minhas pernas e começou um vai e vem bem rápido. A dor que eu estava sentido foi logo se transformando em prazer, então eu comecei a gemer feito uma puta.

– Ohohohoh ahahaha vaiii vaiii!!!! me come seu safado!!!! ohohohoh!!!!
– Isso minha gostozinha! vou destruir essa buceta!!!

Ele me comia com muita força, e eu já estava toda arregaçada, levantei minha blusa mostrando meus seios a ele.

– Chupa eles enquanto você me come!.

Ele começou a chupar meus seios, ele dava ums chupadas fortes nos meus mamilos que estavam durinhos. Ele deitou na areia e eu sentei em cima do casete dele que estava melado de sangue da minha buceta. Eu já estava nua e toda suada, comecei a cavalgar bem rápido em cima dele, enquanto eu cavalgava no casete, ele passava a mão no meu corpo todo, começava pelos seio e descia até minha racha.
Ele me pegou pela cintura e ficou me conduzindo, e eu aumentei a velocidade, Ronaldo me puxou pra baixo e ficou me beijando na boca enquanto eu cavalgava nele, ele passava a mão na minha bunda e isso me dava muito tezão. Me levantei e fiquei de quatro na areia com a bunda empinada, com cara de safada olhei pra ele e disse.

– Vem cá meu amor, come sua putinha de quatro.
– Claro que sim, vou te foder toda!!.

Ronaldo ficou atrás de min deu um tapa bem forte na minha bunda e introduziu novamente o casete na minha buceta, só que agora ele estava me fudendo com muito mais força, e eu muito louca comecei a gritar palavrões.

– Aí caralho!!! puta que pariu que pau gostoso!!!! me come mais rápido porra!!!

Ronaldo foi aumentando mais ainda a velocidade e a força. Eu já estava caída no chão com a bunda toda empinada e Ronaldo fudendo e dando tapas fortes nela. Foi aí que ele tirou o pau e me puxou dando um abraço em min, nos estávamos de joelhos e abraçados com nossos corpos colados um no outro, então ele introduziu o pau na minha buceta e nos começamos a se beijar bem gostoso, e com as duas mão na minha bunda, Ronaldo ficou me movimentando pra cima e pra baixo bem rápido, o pau dele entrava e saia da minha buceta bem rápido.
Depois de ums 3 minutos nessa posição comecei a gozar no pau do Ronaldo.

– Amor…amor eu to gozando!! aí que delícia!! eu to gozando amor!!!!
– Isso goza no meu pau minha safada!!! to sentindo, aí que delícia!.

Ronaldo também gozou, ele soltou vários jatos de porra dentro de min. Depois dessa foda maravilhosa nos nós deitamos na areia e ficamos passando a mão um no outro, estávamos muito felizes e cansados.

– Nossa, Sabrina você é demais
– Brigado amor, vamos voltar pro sítio.
– Vamos, hoje a noite eu vou comer essa buceta gostosa de novo.
– Claro amor ela é toda sua…