Minha filha com síndrome de down



Click to Download this video!

Olá, meu nome é Roberto, tenho 39 anos e cuido de minha filha com síndrome de down avançado que depende de mim para praticamente tudo, sua mae teve complicações no parto e morreu, deixando todas as responsabilidades para mim. Hoje minha filha tem 14 anos, mas a idade mental é de 2, tem grande dificuldade de falar e expressar oque sente. Certo dia estava dando banho na minha filha e notei que ao passar a mão em sua bucetinha, ela parecia gostar… a princípio fiquei excitado mas ao mesmo tempo com medo de fazer algo a mais é ela reagir mal, então comecei a preparar ela aos poucos, todos os dias tomava banho junto com ela, a masturbando de leve e fazendo ela se acostumar com meu pau duro, fazendo ela gostar de tudo aquilo. Uma noite após dar banho nela, a levei para o meu quarto, a deitei em minha cama e encostei a cabeça do meu pau na portinha do seu cu, era um pouco frouxo por causa de um problema em seu esfíncter, comecei a esfregar devagar e ela não esboçou reação, então peguei um óleo corporal que sempre passava na pele depois do banho e lambuzei meu pau e o cuzinho dela, fui colocando aos poucos e ela começou a demonstrar dor, e a chorar, coloquei a mão na boca dela para q não gritasse e continuei a foder forte, ela tentava gritar e a debater mas eu a segurava forte e fodia cada vez mais até que olhei para aquela bucetinha virgem, lacrada, e senti um enorme tesão, tirei meu pau do seu cu e de uma vez só empurrei com brutalidade naquela buceta demente, na hora ela se contorceu e soltou um urro, enfiei uma parte da toalha de banho em sua boca e entoquei forte meu caralho em sua buceta, sentindo seu sangue escorrer e sua bucetinha contrair de dor, fodi forte até não aguentar mais e gozar tudo na porta do útero dela, deixando ela cheia da minha porra, ela estava calada nesse momento, percebi que tinha desmaiado, isso so me dava mais tesão, abri sua buceta com meus dedos e vi minha porra misturada com sangue saindo, fui na cozinha, peguei um pepino que estava na geladeira e o enfiei todo naquela buceta que estava completamente arrombada, neste momento meu pau ja estava duro novamente e enquanto empurrava totalmente o pepino, meti meu caralho no cu dela e a fodi com força enquanto estava desmaiada, meti tanto que meu pau ficou seco e esfolou o cu dela, q tambem começou a sair sangue, gozei novamente no fundo do seu cuzinho, ainda desmaiada, peguei ela no colo, levei para o banheiro e a coloquei na banheira, lhe dei banho e a coloquei em sua cama, e passei pomada em seu cuzinho, desde então, sempre fodo minha filha e o melhor é que ela nunca irá contar para ninguém…
-Apamzinha