Vovó taradinho 3



Click to Download this video!
Autor

Bom peço desculpa pelos erros de português mais não tenho muita escolaridade quem já leu meu primeiro conto vamos continuar acordei de manha ao lado de Jéssica e de Duda minha esposa estava na cozinha dei uma limpinha na bundinha de Jéssica e fui dar uma chupadinha na pererequinha dela que delícia chupar aquela menina de 8 anos fiquei chupando ela um tempo e o telefone tocou e parei e levantei minha esposa estava no telefone com a nossa filha mãe de Duda fui tomar banho ao sair do banheiro as meninas já estavam acordada e minha esposa chorando dizendo q a nossa filha queria que levasse a Duda embora para SP ficamos muito triste pois criamos a Duda deste dos 1 ano e idade não brinquei mais com a Jéssica minha esposa dizer que teríamos que subir para SP para tentar conversa com a nossa filha no final de semana bom chegou na sexta a mãe de Jéssica pediu para minha esposa levar a Jéssica pois aconteceu uns problemas e não queria que a Jéssica ficasse por perto subimos de noite chegamos e fomos dormir no sábado tava calor e desci para levar as meninas para piscina começamos a brincar e Jéssica vinha e passava a mão no meu pau aquilo me deixava louco comecei a passar o dedo na pererequinha dela e ela vinha toda hora para receber uma passada de dedo bom acabamos a brincadeira e voltamos para o AP bom minha filha queria que a Duda voltasse morar com ela e minha esposa pediu para mim ir para o litoral e a arrumar as coisas da nossa netinha e trazer que ela ficaria em SP ate arrumar a escola e as outras coisas para minha neta bom desci para o litoral junto com a Jéssica no caminho Jéssica foi calada não falou nada parei no McDonald’s és comeu e na hora de voltar para o carro eu perguntei se ela gostou da brincadeira da piscina e no dia do apagão ela balançou a cabeça e falou q e muito gostoso mais que eu não tava mais brincando com ela entramos no carro e eu dize que estava triste pq a Duda ia embora mandei ela abrir as perninhas e tirar a calcinha para mim ficar passando a mão na pererequinha dela quando passasse em algum sinal e continuamos a viaje assim eu passando o dedo na pererequinha de Jéssica e ela com as perninhas abertas e com o vestidinho erguido perguntei se quando chegasse ela não queria brinca denovo igual no dia do apagão ela falou que sim que foi muito gostoso cheguei em casa coloquei o carro ora dentro não tinha ninguém na rua e ninguém viu eu chegando Jéssica desceu do carro e sentou no sofá e ligou a TV colocou no desenho tirei algumas coisas do carro e ao passar pela sala eu vi a Jéssica de perninhas abertas com aquela bucetinha lisinha e com o dedo na boca ela chupa dedo bom tirei as coisas do carro e cheguei perto dela e passei o dedo na pererequinha dela e falei vamos brincar de papai e mamãe meu pau já tava super duro peguei ela colo e sentei ela no meu colo e comece a beijar a boquinha dela e fiquei fazendo vai e vem com a bundinha dela ate ela falar Vo Fred nois não ia fazer igual o dia apagão aquilo me deixou louco eu falei que sim mais queria brincar mais com ela queria poder beijar pôde curtir bem o momento bom tirei meu shorts e fiquei pelado tirei o vestido dela e deitei ela comece a beijar o copinho dela toda ate chegar na bucetinha dela nossa que delicia com cheirinho de xixi meia azedinha nossa que delicia chupei quem nem louco a Jéssica estava adorando não parava de gemer e falar ai que gostoso chupei bem babei bem naquela pererequinha e comecei a passar o pau na pererequinha e fui chupando os peitinhos dela e ela com uma carinha linda com os olhinhos fechados e gemendo comecei a forçar pois hj eu queria comer a pererequinha dela meu pau e pequeno deve ter 14 a 15 cm pois bem fui forçando ate que a cabecinha entrou e ela reclamou que tava doendo tirei o pau e voltei a chupa mais babei muito para deixar bem molhada montei em cima dela e comecei a beijar a boquinha dela e forçando o pau na bucetinha dela ate que entrou metade parei e fiquei beijando os peitinhos e perguntei se tava bom ela balançou com a cabeça que sim mais que tava doendo um pouco eu falei que logo passava comecei um vai e vem devagarinho e com carinho ate ela acostumar quando percebe que ela tava gostando enfie o resto e comecei a foder aquela menininha safadinha ela gemia de dor e de prazer tirei um pouco do meu pau da bucetinha dela e tava todo sujo de sangue peguei ela no colo e levei ela para banheiro sem que ela visse o sangue lavei o meu pau e a bucetinha dela desliguei o chuveiro e sentei no chão mandei ela vim com a pererequinha na minha cara para mim chupar ela veio chupei bem babei e mandei ela sentar no meu pau que ia brincar de cavalinho ela sentou e comecei a ensinar ela como sentar e logo ela aprendeu ela não deixava meu pau entrar todo mais tava muito bom vendo ela sentando no meu pau eu beijava a boquinha dela enquanto ela sentava chamava ela de putinha ate que não aguentei e enchei a pererequinha dela porra e ela continuava pulando ate que meu pau ficou mole e falei que depois continuava dei banho nela e falei que ela não podia contar para ninguém e dei 50 reais para ela guarda segredo perguntei se ela tinha gostado e ela balançou a cabeça eu falei que se ela gostou msm para ela voltar amanhã la foi embora e comecei arrumar as coisas para poder voltar para sp bati duas punhetas lembrado do acontecido as 7 horas da manha a mãe de Jéssica bate no meu portão com a Jéssica meu coração gelou pensei que menina tinha contado Oque aconteceu bom a mãe de Jéssica pergunto se era vdd que eu tinha dado 50 reais para ela me ajudar a arrumar as coisas da Duda e eu aliviado confirmei que sim converse um pouco com a mãe da Jéssica e ela foi embora e me dize para mim levar ela depois que acabasse de arrumar levei ela no portão e quando voltei tava a Jéssica de perninhas abertas para mim no sofá viu Vo Fred eu falei que não ia contar para ninguém e eu voltei pq eu gostei vamos brincar mais não aguentei pegue aquela putinha e beijei e tirei sua roupinha mandei ela chupar o meu pau e ficar de 4 para mim chupar a pererequinha dela ela ficou de 4 com aquela bucetinha lisinha para mim chupei o cuzinho e a bucetinha e comecei a passar o pau e enfie o pau na pererequinha dela nossa que delicia entrou com facilidade eu fodi aquela menininha de todos os jeitos na mesa da cozinha no sofá no banheiro eu comi a Jéssica até os seus 14 anos depois disso ela arrumou um namoradinho e não quis mais brincar comigo mais eu fui muito feliz com ela esses anos espero que tenham gostado