Vilmar, eu só conheço um! – parte 7



Click to Download this video!
Autor

Para quem não leu os relatos anteriores:
Vilmar, eu só conheço um! (Incesto Gay),
Vilmar, eu só conheço um! – parte 2,
Vilmar, eu só conheço um! – parte 3,
Vilmar, eu só conheço um! – parte 4.
Vilmar, eu só conheço um! – parte 5,
Vilmar, eu só conheço um! – parte 6.

[CONTINUANDO…]

Lucas foi o primeiro a chegar no quarto, sua ansiedade em ser desvirginado era nítida, foi logo subindo na cama de quatro e empinando a bunda, de longe eu via aquele furinho virgem piscar, era rosado e sem pelos, possuía um sabor tão bom quanto o doce cheiro. Fernando parecia hipnotizado pela visão do próprio filho querendo levar rola, mal piscava. Seu pau duro como aço, chegava a brilhar de tão duro, apontava para o teto e por vezes pulsava forte. Deveria ter uns 20cm, era do tipo perfeito para sexo anal: longo, meio fino e reto.

Todos já nus, nos acomodamos na cama. Eu, vilmar e Carlos sentados lado a lado dando de mamar para elton que parecia estar num parque de diversão. Fernando de pé admirava a visão do filho querendo levar rola bem na ponta da cama, sem conseguir mais resistir aquela tentação, ele cai de língua no furinho de lucas que geme de prazer:

-ainnnn papai! Aaaaainnn… não para papai! – Fernando parecia um animal lambendo aquele cú, nunca vi alguém lamber um cú com tanta vontade.

Vilmar: -Ô Fernando, deixa um pouco pra nós rsrs

Elton pega o gel na gaveta e começa a melar nossos paus, ele iria começar a sentar. Elton adorava sentar de colo em colo, de rola em rola, meu filhote era meu orgulho.

Vendo elton sentando nas rolas, lucas pede pro pai:

-Pai, também quero fazer isso! Faz comigo?

Lucas se levanta atrás do filho quase sem ar de tanto tesão, e vai afrouxando o cú do garoto com o dedo, assim que o dedo ficava folgado dentro do cú já entrava outro, em menos de 5 minutos lucas já tinha 3 dedos atolados no rabo. E já estava reclamando de dor:

-ain pai! Tira… tá doendo!

-Você num tava pedindo por isso? Agora vamos até o final! – disse Fernando Tomado pelo tesão.

Elton, mais experiente, decidiu ajudar o amigo:

-lucas, olha pra mim, tá vendo como entra fácil? No comecinho do um pouco, mas depois é muito gostoso…

-sim, mas você já tem 11 anos e eu 9!

-eu comecei a dar a bunda com 7 anos, e nunca achei ruim. Adoro levar rola, se pudesse passava o dia todo com uma no cú e outra na boca.

-tá doendo, Elton!

-relaxa o cú, deixa bem soltinho, lubrifica bem que não vai doer. Só no começo que dói depois é muito gostoso.

Enquanto elton encorajava lucas, ia sentando de pau em pau se exibindo para o amiguinho. Fernando lubrifica a própria rola e aponta no cú do Lucas já relaxado. Começa a fazer pressão naquele botão que resiste bravamente ao invasor, o pau escorrega para os lados algumas vezes, mas sempre volta pra entradinha do cú com a ajuda da mão de Fernando. Decidimos parar a nossa brincadeira pra ajudar o Fernando, vilmar vai por trás de Fernando com uma mão em sua cintura e outra no pau, Carlos dá a rola na boca de lucas para se destrair da dor, eu e elton cuidamos da abertura da bunda e da lubrificação. Após forçar um pouco, vilmar empurra o corpo de Fernando com força e numa unica estocada, o pau entra quase que inteiro de uma só vez. Lucas dá um berro de dor que até hoje não sei como os vizinhos não chamaram a polícia. Fernando ficou parado até o cú se acostumar com o cacete invasor, um pouco de sangue escorria entre as pernas de lucas ( sangramento normal de cú deflorado), ainda chorando e soluçando, lucas volta a chupar Carlos e aos poucos Fernando inicia o vai e vem. Lucas já estava começando a sentir prazer na penetração, estava até rebolando.

Fernando começou a intensificar as bombadas, e logo recebeu reclamações de lucas:

-calma pai, devagar…

Fernando sem dar ouvidos ao filho começar a fuder o garoto como se fode uma puta. Mesmo com o filho voltando a chorar Fernando não parava, em menos de 5 minutos Fernando enche o cú do filho de sêmen, só retirar o pau, um rio de sangue e goza escorrem de lucas. Como sempre, após a gozada vem o arrependimento, Fernando estava se sentindo mal pelo que havia feito.

Vilmar: -Fernando, não se sinta assim, o que você fez com seu filho foi amor, ele chorou porque foi a primeira vez e doeu, olha só o elton, não vive sem levar rola. Seu filho vai te agradecer no futuro.

Fernando olha pra lucas, que se alternava entre a minha rola e a do Carlos debaixo do chuveiro. Aquele menino sabia como se chupava uma rola. Fernando viu e entendeu que aquilo era do que o filho gostava e o sentimento de culpa desapareceu dando lugar pra o tesão. 4 homens e 2 garotos dentro do banheiro, foi pau é cú pra todo lado. O Lucas não foi penetrado mais nesse dia, pois estava dolorido. Mas quando ia pro escritório, levava rola minha e do Fernando.

[Continua???]

Pessoal, desculpem o relato está pequeno, vocês notaram que estou desanimado pra continuar, pois um leitor aqui do site me achou usando as informações que dei nos contos e estou sofrendo chantagens. Ele não disse que vai denunciar, mas quer participar das orgias e ter acesso aos vídeos… Talvez esse seja o último relato que postarei aqui.

Obrigado a todos.