Experiência de infância que vou levar pra vida



Click to Download this video!
Autor

Meu nome é Mariana e eu gostaria de compartilhar para todos vocês uma experiência de infância que se tornou algo muito importante na minha vida como eu já disse meu nome é Mariana tenho 15 anos sou morena um pouco Clara cabelos lisos e tenho um corpo bonito para mim na minha opinião. Mas vamos para o conto…
Quando eu tinha 11 anos mais ou menos ja tinha um corpinho em formação e fazia os meninos da minha idade ficar sempre de Olho em mim
Certo dia eu tava na escola e como sempre os meninos maia abusados vieram procurar papo comigo
Pedindo pra namorar, perguntando sse eu queria lanchar com eles, e eu nem dava bola
Fingia que não tava ouvindo
Mas um garoto me fez um pedido que me deixou de boca aberta
Assim que maioria dos outros meninos sairam
Ele perguntou
-Posso ver sua xana?
Eu perguntei
-O que é isso?
Ai ele disse
-Sua buceta
Na hora eu entendi
Por que não conhecia o outro nome
Mas esse sim.
Ai eu gritei
-NAAAOO
E sai muito revoltada
Dias depois na hora do lanche
Eu estudava em escola particular então vc tinha que comprar seu lanche
Mas naquele dia eu tinha esquecido de pedir dinheiro a mamãe, então eu estava morrendo de fome e sem dinheiro
Pedi ao tio da lanchonete
Se poderia me vender fiado
Ele me olhou estranho e quando ia falar
-Pode deixar pai, amanhã ela paga..
Aquele mesmo garoto que me pediu pra ver minha buceta
Ele era filho do tio da venda e eu não sabia
Eles me deram um cachorro quente e uma coca, agradeci e fui comer
Naquele mesmo dia a aula acabou mais cedo mas wu tinha que esperar meu transporte que iria passar no horário normal
Ainda faltavam uns 20 minutos
Entao sentei no chão de um corredor e fiquei desenhando
Ai de repente apareceu aquele guri denovo o nome dele era Carlos
Ele falou
-Meu pai ta querendo falar com vc sobre o que vc pegou fiado hoje
Eu respondi
– Eu vou pagar amanhã, pode dizer a ele
Carlos insistiu então eu fui
Ele me levou ate a barraca do seu pai
Que tava fechada na frente
So aberta na lateral
Carlos me convidou pra
Eu fui entrando e ai ele fechou a porta
Escureceu um pouco
Mas depois ele acendeu a luz
A barraca era um pouco espaçosa
Dava pra dizer que era como uma sala de uma casa humilde
Mas como não tinha móveis era Grandinho Enfim
Quando ele acendeu a luz eu vi seu pai sentado em uma cadeira
Com uma cara estranha, Então ele disse
-Bom acho que você não precisa esperar até amanhã para mim pagar os lanches que você pegou
eu respondi
-Mas eu não tenho dinheiro eu disse que só podia pagar amanhã vou pedir dinheiro pra minha mãe ela vai me dar e eu trago Não se preocupe.
Ai ele falou
-Mas eu não quero mais dinheiro de você, você pode me dar outra coisa que pode ser exatamente agora.
fiquei sem entender Mas comecei a sentir medo do que ele estava querendo dizer
E aí com a voz trêmula eu disse
-O que seria isso então?
Aí ele falou
-A mesma coisa que meu filho te pediu no outro dia.
Nesse momento fiquei congelada sem saber o que fazer eu olhei para trás pensei em correr mas só que o Carlos tava bem perto da porta eu acho que ele não ia deixar eu sair, mas eu fui dando passinhos para trás tentando me afastar ele falou
-Não adianta correr eu quero que você aceite se você não aceitar vai ser a força então Você ainda tem que esperar um bom tempo ate a sua condução chegar para sair então é o tempo que você pode me pagar o que você me deve, e além disso eu deixo você pegar todos os dias de graça Lanche.
Na hora não tive reação só soube dizer -Não eu não quero eu posso pagar com dinheiro minha mãe vai me dar dinheiro eu vou pagar pode ficar tranquilo.
Ai ele falou
Mas eu não quero DINHEIRO alterando a voz nessa hora comecei a querer chorar e aí fui correndo para trás o Carlos me agarrou e falou “relaxa relaxa” e aí ele veio até mim e disse
-Não se preocupe eu não vou fazer nada de mal com você mas já que você não quer como eu te disse então vamos fazer o seguinte eu te dou o dinheiro para você só me mostrar o que você tem aí tirar sua roupa dançar um pouquinho para mim senta no meu colo Deixa eu fazer um pouquinho de carinho em vc…E aí então vai tá tudo pago e ainda vou lhe dar um dinheirinho para você comprar o que você quiser por aí mas só precisa ser uma boa garota e fazer o que eu quero.
Então eu fiquei pensando e tudo que vem na minha cabeça era gritar ai ele falou
Eu sei que você tá desesperada mas não adianta gritar se você gritar vai ser pior aí eu vou fazer o que eu quero fazer mas só que eu não vou to afim! entao colabore.
nessa hora eu imaginei que ele devia tá querendo dizer que ia me estuprar então me senti no momento totalmente perdida tudo por causa de um lanche que ódio,, mas ele chegou até mim colocou a mão na minha cintura veio até no pescoço ele não era muito bonito era meio gordinho ele era careca e baixo… veio até meu pescoço com a boca dele começou a me chupar e depois vem tentar me beijar não conseguia eu achava nojento porque
ele era muito mais velho do que eu… mas aí o filho dele começou a passar a mão pelas minhas coxas e levantar a minha saia que faz parte do uniforme da escola e eu ainda estava aterrorizada sem saber o que fazer então me entreguei o momento eles continuaram as Carícias e tava me dando uma sensação gostosa meu corpo tava ficando todo arrepiado e eu me sentia estranha parecia que tinha algo gostoso acontecendo mesmo sendo algo constrangedor porque eu nunca tinha passado por isso para falar a verdade só tinha dado um beijo na minha vida e foi meio que um Selinho em uma brincadeira e nunca tinha provado nada de um homem tocando em mim e tal percebendo minha excitação, ele continuou e continuou e foi cada vez tentando tirar mais minha roupa foi tirando tentava me beijar, a boca dele encostava na minha mas eu recuava e aí ele ia passando a mão entre meu corpo subindo minhas pernas pegando na minha cintura depois apertaou um pouquinho Meus peitinhos não muito grandes mas estava se desenvolvendo, depois ele parecia tá ficando ofegante e eu senti que ele tava ficando excitado o pau dele tava duro
Dava pra ver pela cueca e aí ele me agarrou me puxou encostou ele em mim eu senti aquele negócio duro passando entre minhas coxas depois eu já estava só de calcinha ele ficou me olhando e analisando como se fosse um prêmio e isso tava me deixando assustada mas ao mesmo tempo eu tava gostando da situação só que bem pouco mesmo o meu medo era bem maior Depois ele voltou sentou na cadeira de novo e disse vem aí eu fui ainda sim mas muito medo então o Carlos veio atrás de mim começou a me empurrar e passava a mão na minha bunda, nos meus peitos tentando tirar uma casquinha também até que o pai dele disse
-“SAI” ela é só minha você vai ficar lá só olhando você é muito novo para essas coisas, eu fiquei surpresa com que ele disse porque o carlos tinha ajudado a como conseguir me levar lá para dentro mas enfim, ele disse sente aqui no colo do tio… eu fui assim respirando muito fundo com muito medo sentei ele começou a mexer a cintura e eu senti aquele pênis dele grosso e duro roçando na minha bunda com calcinha, ele tava só de cueca e eu só de calcinha mas dava para sentir o pal dele, eu me sentia como se tiver saindo alguma coisa de mim como se eu tivesse fazendo xixi mas não era isso era diferente era bem mais fraco e sei lá… esquisito mas dá uma sensação boa um relaxamento Fechei os olhos e tava sentindo a coisa boa ai ele começou a falar
-Você tá gostando ne safadinha cachorrinha, sempre ficava olhando para você na saída da escola olhava muito essa sua bundinha gostosa e agora ela tá aqui em cima do meu pau e começou a fazer mais e mais até que eu senti muito mais molhada parece que ele tinha dado uma gozada aí falou -Nossa você é tão gostosa que eu gozei sem nem penetrar que delícia deixa eu ver sua bucetinha vai tira tira essa calcinha aí
eu não queria tirar botei as mãos na frente e sentir que tava toda molhada
– aí ta meladinha vai tira logo essa porra vai sua putinha
e aí eu não tirei então ele veio e pegou e tirou com força baixou tudo
E disse
-Nossa não tem nenhum pelinho ainda que delícia.
E ai foi com a boca pra cima começou a lamber lamber lamber e eu meio que querendo
Chorar mas as lambidas dele me faziam sentir uma coisa boa e não chorei, fiquei relaxada e ele la.. lambendo e chupando e depois ele mandou ficar de quatro eu pensei (meu Deus agora ele vai me estuprar
Ai ele disse
-Relaxa que não vou fazer isso hoje não, mas eu quero que você fique de quatro só para ver essa bundinha.
Então eu fiquei
E aí ele começou a passar o dedo na minha buceta e eu tava ficando louca já mas eu estava com muito medo comecei a chorar e ao mesmo tempo sentir prazer depois ele passou o dedo no cuzinho e isso foi estranho mas também senti uma coisa boa, depois ele foi enfiando um pouquinho do dedo dele e Eu dei um pulinho pra frente e aí nisso ele deu risada e falou
-Vai dança um pouquinho para mim aí eu não sabia o que fazer como fazer Ele me pegou pelo braço e me colocou Praticamente em cima do pau dele retirou a cueca e dá para ver era grande e tava muito duro e grosso
aí ele disse rebola aqui por cima vai passando sua buceta por cima da cabeça do meu pau vai ser sua putinha
E ele foi obrigado a fazer isso ele foi me ajudando a fazer os movimentos eu circulava e tentava dançar não tava conseguindo porque eu era inexperiente, ele me ajudou e aí acabou que ele gozou e me melou toda embaixo..e ainda começou a se masturbar e gozar mais e mais aí falou agora limpa o meu pau com sua boca vai,
E eu fiquei com nojo muito nojo dele mas eu fique com medo de ele fazer pior então peguei botei minha boca lá.. tinha um gosto horrível mas até que não foi tão ruim quanto eu imaginava então depois dele se sentir satisfeito disse
-vou querer depois de novo tá e acho bom você não fala com ninguém.
Nisso eu tava ali me sentindo toda nojenta sei lá como se tivesse sido sei lá não sei explicar só sei que tava me sentindo como se tivesse suja caido na Lama e não tivesse ninguém para me dar um banho aí eu fui vestindo minha roupa de novo ele me dá uma toalha só para mim limpar do gozo dele e depois ele me deu r$ 120 e falou
-Olha esse dinheiro aqui é pelo bom tratamento que você me deu e eu quero mais algumas vezes mas eu vou te dar menos mas dessa vez você mereceu nunca tinha gozado como eu gozei hoje obrigado gostosinha.
Na hora que ele me deu o dinheiro eu não me senti como eu tava me sentindo mais sabe eu me senti usada mas como se estivesse sendo útil para alguma coisa assim fico imaginando como é que eu posso dar tanto prazer um cara que é o ponto dele me dá tanto dinheiro assim botei dinheiro no bolso da mochila e sai fiquei pensando por muito tempo, voltando para casa caminho inteiro pensando sobre isso E aí depois de alguns dias o Carlos veio falar comigo no colégio e me perguntou se eu queria de novo pensei pensei e perguntei quanto ele me dá ele disse que dessa vez e me dá só 50 mesmo assim já seria muito mais dinheiro para mim e como não tinha responsabilidade esse dinheiro era só para que eu quisesse ou para guardar e o desejo veio forte eu me lembro da sensação que eu sentia então disse
-sim eu quero depois de algum tempo ele tentava cada vez me deixar mais soltinha para fazer mais coisas me oferecer mais coisas presentinho me deu várias besteiras para usar… colar brincos, para usar em troca e queria sempre uma recompensa sexual então ficamos assim por um praticamente o ano inteiro quando eu tava quase completando 12 anos minha mãe mudou de colégio Então parei com isso mas até esse momento eu nunca tinha feito nenhuma relação sexual com penetração era só masturbação e boquete mas no outro colegio eu sentia falta disso tudo e também senti a falta de ganhar dinheiro pelo o meu corpo estava me sentindo como se isso fosse algo incrível que eu só eu podia fazer mesmo sendo que qualquer outra garota que tivesse um corpinho bonito poderia fazer também e me senti exclusiva mas não achava ninguém assim que me oferecesse esse dinheiro.
Nesse colegio tinham uns garotos que ficavam me pertubando pedindo para namorar e blá blá eu um dia tava no Recreio tava sentada lá e aí vieram esse tipo de meninos eram 5 falando que era muito bonita Se eu não queria ficar com eles…eu não queria, mas aí eu pensei acho que eu posso conseguir uma graninha deles. Como era escola particular e maioria são riquinhos eu não era uma pessoa muito rica minha mãe trabalhava duro pra pagar a escola mas eles eram todos filhinho de papai deviam ter muito dinheiro pork eles so andavam com celulares, relógios de marca e tudo de mochilas de grife todas essas coisas então eu percebi que eles tinham dinheiro então eu falei posso ficar com vocês com qualquer um de vocês por r$ 10 e aí eles ficaram pensando pensando e me perguntaram se eles podiam tocar em tudo em mim durante um beijo e falava que sim Então pronto de todos assim que eu conseguir r$ 50 fiquei com ele e me tocaram e era tão gostoso sentir a mãozinha assim mesmo não sendo aquela que eu tava tão acostumado aquela mão grande forte ela era legal a sensação mas não era a mesmo então depois disso eu fui crescendo sentindo falta das suas carícias mas nunca procurei ele de novo porque eu me senti usada então ao mesmo tempo que eu me sentia bem eu me sentia mal era estranho essa sensação foi por muitos anos isso e agora com quase 15 anos eu comecei a pensar em ir para as ruas e procurar homens para poder fazer sexo comigo em troca de dinheiro só que eu pensava que podia depois de aprender eu lembrei que eu podia pegar muitas doenças ou engravidar ou podia ser estuprada e depois assinada e não receber nada tanta coisa a gente pode acontecer mas meu medo vai diminuindo toda vez que fico excitado em minha vontade é muito grande de conhecer Algum cara e transar com ele tirar minha virgindade e ganhar muito dinheiro com isso parece que eu nasci para ser prostituta Mas eu tenho medo apesar de tudo só que as lembranças me fazem delirar
Bom então foi essa minha história se você não gostar Desculpa ter ficado muito grande foi mais uma história assim para falar um pouco sobre mim talvez eu conte mais coisinhas que aconteceram e se acontecer mais alguma coisa nova depois eu posso vir nesse site eu posso até postar aqui então e eu tenho um grande desejo de nesse Natal… fim de ano passar com alguém que queira me alugar digamos assim se quiser conversar comigo sobre isso alguém interessado mesmo de verdade me chama no Facebook e eu também faço programas eróticos por vídeo então se tiver interessado só me chamar e perguntar quanto eu cobro e eu faço de tudo para dar prazer e sentir prazer também beijos

Segue : / /> So chama se tiver interessado em mim
Esse perfil é exclusivo para coisas intimas