Foi Bom Demais



Click to Download this video!
Autor

Sou casado há cinco anos. Me chamo Luiz Roberto e minha esposa Magali. Andei dando um toques nela, se ela não gostaria de manter relação amorosa e sexual com outro homem, ela sempre dava um sorriso, mais não respondia nada. Moramos da região de Jundiaí SP. Não sei porque, mais essa era a minha intenção, ver a Magali, transando com outro, queria ser corno de manso de qualquer maneira, mais nunca havia oportunidade favorável.
Há alguns dias atrás, num sábado, saímos à noite, para comer uma pizza e tomar alguma coisa. A Magali não é de beber, mas neste dia ela disse que gostaria de tima um vinho, assim, eu pedi uma garrafa de vinho suave. Ficamos batendo papo e saboreando o vinho. A certa altura, notei que tinha um homem sozinho tomando um drink e toda vez que havia oportunidade ele piscava para ela. Fiz que não percebi nada. Passei a prestar atenção nela e também constantemente ela dava um pequeno sorriso. Pensei comigo é hoje, meu pênis ficou duro feito uma rocha, para ir ao banheiro eu precisa ajeitá-lo antes e sair e com a mão no bolso, para não deixar transparecer o volume. Eu procurava demorar mais que o necessário no banheiro, para dar tempo deles se comunicarem de alguma maneira.
Numa das vezes que voltei do banheiro, vi que os dois estavam conversando, ao me verem se calaram.
Disse ao meu amor., está tudo bem ? Ela me disse sim, só um pouco sonsa pelo vinho. Emendei para ela, olha aquele rapaz está só na mesa, vamos convidá-lo a sentar-se com a gente, você tem alguma objeção ? Ela disse nenhuma ! Se você quiser convidá-lo tudo bem !
Levantei e dei sinal para o rapaz que viesse até nossa mesa., ao vir, convidei-o para sentar-se com a gente.
Ele me disse ser de Valinhos, alguns kms de jundiaí.
Conversa vai conversa vem, nós nos apresentamos a ele e ele se apresentou a nós, dizendo seu nome ser Augusto.
Abri o jogo;dizendo que tinha notado que os dois estavam se correspondendo, um longe do outro, então para que ninguém notasse ou percebesse, melhor seria nós três sentarmos juntos, no que ele meio envergonhado concordou. Perguntei se ele morava coma família, ele prontamente disse que residia numa chácara sozinho. Levantei em pé para novamente ir ao banheiro e notei o volume na calça dele, pois ele estava de pau duro também. Demorei de propósito para retornar e ao chegar à mesa troquei as posições das cadeiras, deixando ela ao lado de minha esposa e eu de frente. Perguntei se ele ia embora ou iria ficar em Jundiaí, ele me disse que ia ficar num motel que já estava combinado. Perdi a vergonha e falei cabe três para dormir juntos. Ele me disse é uma suite, cabe sim. Disse a ele minha fantasia é ver minha mulher namorando e transando com outro homem, assim, a partir de agora, ela já é sua namorada, pode agir assim, faz de conta que sou seu amigo.
Ele nem esperou eu acabar de falar, já jogou o braço no ombro de minha esposa e tascou-lhe um beijo na boca. Fiquei mais feliz ainda ao notar que, algumas pessoas das mesas vizinhas notaram a mudança, isso era tudo que eu queria. Falei para o Augusto, já são quase meia noite, que tal, irmos para o motel então ? Ele acenou positivamente e saímos os dois de mãos no bolso e ele abraçado à minha mulher.
No carro eu disse para a Magali ir com ele no carro e eu os seguiria. Assim foi feito. Chegamos no motel alvorecer. Entramos deitei na cama e eles começaram aquele amaço que era tudo que eu queria ver. Devagarinho ele foi tirando a roupa da Magali, deixando-a completamente nua..e continuou nos beijos,,,foram até o banheiro ligaram a hidro-massagem e a seguir entram..Ela me disser: você não tinha um sonho em ver eu nos braços de outro homem, agora virou realidade, vou transar de todas as maneiras para que você se satisfaça,ok ! Eu disse ok meu amor. Ela já abocanhou o pênis no Augusto, e começou a chupa-lo como se chupa um sorvete. Eu continuei tomando vinho e assistindo a farra dos dois dentro d´agua.
A seguir se uniram os corpos e começaram a se enxugarem e logo após, ele a trouxe no colo para a cama.
Augusto, começou mamando seu lindos peitinhos que de tesão as pontas deles parece que queriam saltar para foram desceu chupando, mamou deliciosamente na bucetinha dela, até ela se contorcer aos gritos de que delícia estou gozando, aiii que delícia nunca gozei tão gostoso assim…Não aguentei me masturbei feito um tarado, ao gozar, gozei no tapete da suite.
Depois disso eles fizeram sexo à noite toda, no final eu desci de boca da buceta dela, engoli gostoso toda aquele secreção e esperma dele.. que delícia,
No domingo almoçamos, eles transaram novamente e marcamos novo encontro,
É muito gostoso, legal e contagiante ver a mulher da gente gozando deliciosamente no pau de outro homem,, é
Quem estiver em dúvida, perca a vergonha e o fantasioso pudor e experimente, garanto que vai adorar.
Luiz Roberto