O Padre comeu o Anjinho 2



Click to Download this video!
Autor

Continuação…

No dia seguinte o padre quando viu bruninho ficou muito contente, ele veio lhe abraçar, deu um selinho em seus lábios e o levou pra casa paroquial. Naquela hora da tardinha, não tinha mais ninguém por lá.
Quando chegaram lá, ele o levou pro seu quarto, lhe deu mais um pouco de vinho (com a intenção de o deixar bem grogue pra quando fosse penetra-lo) e ficou perguntando se bruninho tinha gostado do que tinha acontecido no dia anterior. Com a confirmação da criança, ele falou pra ele não comentar com ninguém sobre os dois e que iria lhe ensinar muitas coisinhas gostosas.
Eles se trancaram no quarto e o padre foi logo tirando sua roupa todinha …o abraçando e lhe beijando o corpo todo…ate que bruninho sentiu a lingua dele invadindo a sua boquinha…no começo tinha sentido um pouco de nojo…mas acabou gostando… pois a criança ja estava um pouco bebada.
O padre lhe pediu para o menino enfiar a sua línguinha na boca dele….e chupou que ate doeu ela doeu. Ele deitou o menininho já zonzo pelo vinho na cama dele e começou a tirar sua roupa, ficando pelado…e já de pau duro….pediu…chupa um pouquinho, chupa.. chupa ele chupa meu anjinho. Bruninho caiu de boca no pinto do padre…ele gemia …gemia….alisava o cabelo do menino…sua cabeça.. Ate que ele o deitou de bruços e começou a beijar a bundinha da criança…abriu ela…e enfiou a língua no meio de suas nádegas…encostando a pontinha da língua no seu cuzinho infantil….ai…que delicia..bruninho pensou quando sentiu um arrepio, uma contração no cuzinho. O padre levantou suas perninhas e voltou a lamber o seu cuzinho abrindo com as duas mão sua bundinha e encostando a ponta do dedo, ja salivado, em seu cuzinho…ate que começou a enfiar. Bruninho sentiu uma dorzinha e reclamou. O padre parou e ficou dando voltinhas em seu anelzinho….e colocando mais cuspe…voltou a enfiar um pouquinho…depois…mais um pouquinho ate que seu dedo estivesse todo dentro dele….issoo excitou… a criança estava de novo de pinto duro….e ele com o dedo todo dentro do seu cu…
O padre se sentou na cama e o mandou chupar o pinto (mas o menino mal conseguia se levantar de tão tonto q ja tava por conta do vinho que o padre lhe deu) que o padre teve que lhe puxar pelo pelo pescoço o trouxe o seu pau, enquanto enfiava 3 dedos no cuzinho do menino para deixa-lo o mais frouxo possivel.
Então o padre pegou dois travesseiros e o fez deitar de bruços sobre os travesseiros de modo que o menino ficasse com a bunda empinada. O padre veio por cima, se ajoelhou atrás do menino, entre suas perninhas e ficou passando a rola na bundinha daquela criança tão pequena ainda..do saco ate em cima…passando pelo cuzinho…bezuntado de creme anestezico…e parou com o pinto encostado em seu cuzinho. Quando o menino sentiu a cabeça da pica dele encostadinha…seu cuzinho começou a piscar…então ele foi empurrando….bruninho sentiu o cu esticar….esticar…ser abrir…a cabecinha era macia mas eu sentia a parte dura do pinto dele forçando …abrindo…esticando…estava sentindo um pouco de dor….sentiu como que arrebentar alguma coisa doeu…. ele gritou…aiiiiii….tira…tira….ele disse — calma meu anjinho…vou ser bem carinhoso..e ficou paradinho …mas sentiu que já tinha entrado a cabecinha do pinto dele, parece que seu cuzinho foi se acostumando…e ele começou a se mexer….entrava um pouquinho e saia…lhe perguntava se estava bom…bruninho dizia que — simmm….ele enfiava mais….e tirava….– quer mais? …o menino dizia– simmmmm….ele enfiava mais e tirava….ate que ele enfiou tudo…. ate o saco que o garoto sentiu encostar em suas minhas nádegas….ai ficou paradinho com o pinto todo dentro da criança….pulsando dentro do garoto que ja estava com o cu todo esticado…aberto. O padre ficou desvairado de tesão quando se viu (um homem forte de quase 1,90) pelo espelho em cima de uma criança tão pequena como aquela. Mas se segurou pra não gozar ao estar vendo pelo espelho um adulto atolado no cuzinho de uma criança de apenas 9 aninhos.
— que delicia de cuzinho….que apertadinho….que gostoso…meu anjinho…esta gostoso?…a criança ja totalmente bebada e sonolenta…respondia — uhummm. Foi quando o padre começou a tirar o pinto ate quase o fim e enfiar todinho de novo…o cu do menino se regalava. O segurou pelos quadris e começou a tirar e enfiar o pinto todo…cada vez mais rápido…mais forte …com mais violência….fazendo a criança apenas arfar com um ruido tao inocente. E o ruido foi erotico o suficiente para o padre ficar doidinho e gozar violentamente dentro do menino.

Ja de noite o padre ligou para os pais do menino dizendo q ele iria dormir no convento e amanha bem cedo o padre iria leva-lo pessoalmente em casa.
Quando o padre desligou o telefone, viu que o menino tinha desmaiado de vez. Aproveitou e enfiou a rola toda de uma vez no cuzinho daquela criança, bombando nele como nunca.

Naquela noite, o padre fodeu o menino – que estava desmaiado, mais tres vezes.