Me excitar indo para o trabalho



Click to Download this video!
Autor

Me chamo Erika, tenho 25 anos, cabelos compridos, pernas grossa, bumbum arrebitado e e seios médios em forma de pera durinhos.
Adoro ler os contos neste site, e sempre queria fazer algo excitante em público e poder contar minha história aqui.
Trabalho em uma loja de roupas femininas em São Paulo e sempre que sobra um dinheirinho a mais faço minhas compras na loja.
Adoro comprar vestidinhos curtos que marcam o bumbum e os seios e já comprei uns 6 com cores diferentes.
Eu faço descoloração dos pelinhos do meu corpo para ficar loirinhos e chamar a atenção.
Bom com esse calor intenso desde janeiro, resolvi realizar meus desejos e me excito cada vez que faço isso.
Entro na loja as nove horas e na semana que estou bem disposta levanto mais cedo para ir realizar meus desejos, então acordo duas horas mais cedo, tomo aquele banho, passo um creme de loção no corpo e fico bem perfumada.
Coloco minha roupa de trabalho e um vestido na bolsa é claro que não saio de casa com o vestido, pois se minha mãe e os vizinhos verem vão achar que coisa que essa menina vai fazer.
Então vou duas horas mais cedo para fazer o que tenho que fazer, pego o trem e metro e vou a outro sentido que não fique perto do meu serviço e não tem pessoas conhecidas, já que o horário é cedo e dificilmente vejo pessoas conhecidas.
Então desço em uma estão de metrô e o horário dás seis da manhã é muita gente e um empurra, empurra, vou ao banheiro da estão do metrô e tiro toda minha roupa e coloco só o vestido, sem sutiã e sem calcinha, saio do banheiro e me olho no espelho para ver como que estou.
Como meu vestido é decotado, se caso eu conseguir sentar meus seus ficam quase de fora e quem olha de cima consegue ver os bicos dos meus seios.
Dai pego minha bolsa, saio do banheiro e a estão está cheia e as mulheres e os homens ficam me olhando e acho que a mulheres pensam que coisa e essa e os homens ficam babando e logo que o metrô chega e estão cheio que quase não dá para entrar e ai eu me encaixo de preferência no meio dos homens, e ai como estou sem calcinha e sem sutiã sobe aquele friozinho e aqueles homens ficam todos de frente para mim e ouço o respirar do ar quente deles e eu fico excita e só sinto as mão me tocarem por baixo e por cima.
As mulheres ficam comentando baixinho e falando que vadia é essa.
O metrô cheio meus seios quase para fora e sem calcinha e como o vestido é soltinho, sinto mãos me tocando por debaixo e fico cada vez mais molhada.
Dai vou até o final da última estação, desço e pego outro de volta, desço na estação de baldeação e como ainda está cedo, faço outro trajeto e pego outra linha para fazer a mesma coisa, e pelo menos duas vezes na semana alterno o dia e falo para minha mãe que vou entrar mais cedo no serviço e sempre estou andando excita, é claro quando não estou cansada.
Outro dia na sexta feira fiz o percurso de uma linha do metrô e em outro horário e pico e quando entro no metrô um rapaz já me olha e encosta em mim e por traz e começa a me encochar e como está muito cheio e não tem muito espaço, ele coloca a mão de baixo do meu vestido e como estou sem calcinha ele passa a mão em minha xoxota e começa a massagear e eu gostando, abro um pouco minhas pernas e sinto me desejada, e depois ele fala bem perto da minha orelha que quer me comer todinha, dai desço na estão e ele vem a traz de mim e falo para ele que outro dia.
E depois que sai do metrô toda excitada e está no horário de ir trabalhar, faço meu percurso desço em outra estação, vou ao banheiro me troco com a roupa de trabalho e sigo para o serviço.
E não vejo a hora de chegar o outro dia para fazer de novo, mas costumo fazer duas vezes na semana e aproveitar esse calor e me excitar cada vez mais.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 3 votos)
Loading...